Contigo!
Facebook Contigo!Twitter Contigo!Instagram Contigo!
Novelas / Deixou saudade

O Cravo e a Rosa: relembre grandes artista que atuaram na novela e já morreram

O Cravo e a Rosa volta às telas da TV Globo nesta segunda-feira (6); confira as estrelas da obra que deixaram saudade

Redação CONTIGO! Publicado em 06/12/2021, às 12h30

O Cravo e a Rosa volta às telas da TV Globo nesta segunda-feira (6); confira as estrelas da obra que deixaram saudade - Reprodução/TV Globo
O Cravo e a Rosa volta às telas da TV Globo nesta segunda-feira (6); confira as estrelas da obra que deixaram saudade - Reprodução/TV Globo

O Cravo e a Rosa volta às telas da TV Globo nesta segunda-feira (6), em nova faixa de exibição de novelas. A trama de Walcyr Carrasco estreará logo após o Jornal Hoje.

Estrelada por Adriana Esteves e Eduardo Moscovis, a obra conta a relação tumultuada entre a geniosa Catarina e o caipira Julião Petruchio divertindo o público em inúmeros momentos.

A exibição original, entre os anos 2000 e 2001, a trama alcançou uma média de audiência de 30 pontos, alta para o horário. O sucesso da obra foi tão grande que ela voltou a ser exibida mais duas vezes no Vale a Pena Ver de Novo: em 2003 e 2013.

Após 21 anos, quem for acompanhar o folhetim desta vez, contudo, vai conferir interpretações de seis atores que já morreram.

Abaixo, confira quais são os artistas que não estão mais entre nós, mas poderão ser revistos em O Cravo e a Rosa:

Nildo Parente – Membro do partido

O ator interpretou um membro do partido de Nicanor Batista (Luís Melo). Após participar de mais trabalhos na Globo e na Record, ele morreu no dia 31 de janeiro de 2011, aos 75 anos, um mês após um AVC (acidente vascular cerebral).

Henrique César – Ursulino

Na trama clássica, o artista interpretou o personagem Ursulino Montenegro. Em 9 de janeiro de 2018, aos 84 anos,  o ator morreu em decorrência de um câncer no Rio de Janeiro (RJ).

Cláudio Correia e Castro – Normando

O veterano deu vida ao agiota Normando Castor, que cobra uma dívida de Petruchio (Eduardo Moscovis). Depois disso, ele ainda esteve em tramas como Porto dos Milagres, A Padroeira, Esperança, Kubanacan, Chocolate com Pimenta e Senhora do Destino. Em  2005, o artista morreu aos 77 anos por contia de falência múltipla de órgãos em Niterói (RJ),

Nelson Xavier – Dr. Caio

O artista interpretou o médico Dr. Caio em participação especial na trama. Após muitas outras presenças em novelas da emissora, ele nos deixou em 2017, aos 75 anos, vítima de câncer de pulmão.

Eva Todor – Josefa

A atriz viveu a rabugenta Josefa, mãe de Dinorá (Maria Padilha) e Heitor (Rodrigo Faro). Após sua participação na trama, ela ainda esteve em América, Caminho das Índias e Salve Jorge. Ela morreu em 2017, aos 98 anos, após cinco anos longe da TV. A veterana sofria de Parkinson e Alzheimer, além de problemas cardíacos, e morreu em decorrência de uma pneumonia.

Castro Gonzaga – Dr. Felisberto

O artista fez uma participação especial como Dr. Felisberto, médico que atende Bianca (Leandra Leal) quando ela faz greve de fome. Em 2007, ele morreu, aos 89 anos, devido à falência múltipla dos órgãos.

VOLTA DE WALCYR CARRASCO

O Cravo e a Rosa marcou a estreia na Globo do autor Walcyr Carrasco, que depois viria a escrever outras tramas de sucesso, como Chocolate com Pimenta (2003), Alma Gêmea (2005) e Caras & Bocas (2009), entre outras novelas.

Ao O Globo, o autor de Verdades Secretas 2 conta que se inspirou na peça Cyrano de Bergerac, escrita em 1897 pelo francês Edmond Rostand, para caracterizar o triângulo amoroso formado por Edmundo (Ângelo Antônio), Bianca (Leandra Leal) e Heitor (Rodrigo Faro).