Contigo!
Facebook Contigo!Twitter Contigo!Instagram Contigo!Spotify Contigo!
Novelas / Reflexão

Lícia Manzo celebra volta da novela 'A Vida da Gente' e avalia: "Convite oportuno"

Após 10 anos de sua primeira exibição, a autora reflete sobre a volta da trama em meio à pandemia; confira!

Redação Contigo! Publicado em 01/03/2021, às 14h50

Após 10 anos de sua primeira exibição, a autora reflete sobre a volta da trama em meio à pandemia; confira! - Reprodução/TV Globo
Após 10 anos de sua primeira exibição, a autora reflete sobre a volta da trama em meio à pandemia; confira! - Reprodução/TV Globo

Nesta segunda-feira (1) a novela A Vida da Gente volta ao ar substituindo Flor do Caribe. Exibida originalmente em 2011, a trama foi a estreia de Lícia Manzo como autora. Em entrevista ao Gshow, Lícia explicou que a preferência por tramas que privilegiam os sentimentos e relações humanas é um reflexo da sua natureza.

"Acho que, desde criança, meu olhar sempre tendeu a ir pro micro, não para o macro. Sempre fui uma menina de observar o ambiente, de captar o subjetivo das coisas. Essa é a matéria prima de que eu procuro lançar mão quando construo minhas narrativas dramáticas."

Em 2011, os dilemas de Manuela (Marjorie Estiano), Ana (Fernanda Vasconcellos), Rodrigo (Rafael Cardoso) e tantos outros personagens marcantes mexeram com o público. Dez anos depois, diante do cenário de transformações e inseguranças agravado pela pandemia, Lícia acredita que a volta da novela será um novo convite à reflexão.

"A novela, acho que mais do que do fato, do coma da Ana, ela fala da repercussão do fato sobre as pessoas. Uma matéria prima da novela acho que são as conversas. Do Rodrigo com o tio, da Manu com a avó, da Ana com a Alice... as pessoas sempre procuram entender os seus sentimentos em cima do que está acontecendo. Então a novela faz esse convite e eu acho que ele segue oportuno, talvez ainda mais oportuno nesse momento."

Por fim, a autora ainda acredita que necessidade do isolamento devido à pandemia revelou uma questão atual da sociedade: a dificuldade de estar na própria companhia: "Vendo essas imagens das pessoas com uma evidente dificuldade de ficarem em casa, consigo, eu ando refletindo sobre isso. E me parece que isso fala de uma dificuldade de introspecção, das pessoas estarem em diálogo com elas próprias; as pessoas serem uma companhia mais agradável, mais suave para elas próprias."

VOLTA HOJE

Logo no primeiro capítulo, A Vida da Gente apresenta seus personagens com sutileza.

Sensível, a avó Iná (Nicette Bruno) tem um pressentimento e liga para Manu (Marjorie Estiano). Algo vai acontecer na vida dessa família que mudará suas certezas e convicções para sempre. A campeã Ana (Fernanda Vasconcellos) vence a final de um torneio internacional que pode marcar um capítulo importante em sua carreira, mas que também será seu último momento de glória antes da interrupção causada por um acidente trágico.