Contigo!
Facebook Contigo!Twitter Contigo!Instagram Contigo!Spotify Contigo!
Novelas / AMOR DE MÃE

Em 'Amor de Mãe', Lurdes escapa de cativeiro, mas é dopada e humilhada por Thelma: "Poderia ser tudo mais fácil"

Capítulo que vai ao ar nesta terça-feira (30) marca mais uma reviravolta na reta final da novela das 9

Redação Contigo! Publicado em 30/03/2021, às 11h58

Em Amor de Mãe, Lurdes escapa de cativeiro, mas é dopada e humilhada por Telma - Reprodução/TV Globo
Em Amor de Mãe, Lurdes escapa de cativeiro, mas é dopada e humilhada por Telma - Reprodução/TV Globo

O calvário de Lurdes (Regina Casé) em Amor de Mãe parece que não terá fim tão cedo. É que no capítulo desta terça-feira (30) ela vai finalmente conseguir fugir do cativeiro em que foi colocada por Thelma.

Só que ela não vai ter sorte: mesmo usando uma colher para abrir as correntes que a prendem, ela vai pular pela janela e chegar até uma estrada deserta.

Só que a mãe de Domênico vai se dar mal: quem vai passar pela estrada é Veiga, justamente o capanga da vilã.

"Graças a Deus o senhor apareceu, eu preciso de ajuda, moço, me leva embora daqui por favor!", agradece Lurdes que sobe no carro do rapaz sem saber que vai ser levada de volta para o cativeiro.

Quando retorna, ela é dopada por Thelma que ameaça acabar com a vida da personagem.

"É, minha amiga, você não está colaborando. Podia ser tudo tão mais fácil...", dispara a vilã.

O DRAMA DE ISIS

A atriz Isis Valverde contou que gravou cenas pesadas de Amor de Mãe em um momento em que a vida imitava a arte: é que enquanto Betina lutava na ficção contra a Covid-19, aqui fora um tio-avô muito próximo falecia após complicações da doença.

+ Opinião: Ao apostar na função social das novelas, 'Amor de Mãe' cresce com retrato da desigualdade na pandemia

"2020 foi um ano muito difícil para mim, perdi pessoas que amo. Meu tio-avô morreu de Covid. É engraçado como às vezes a arte imita a vida. Enquanto eu fazia as cenas da Betina no hospital, ele estava internado na UTI, no respirador", contou ela para o jornal O Globo.