Contigo!
Facebook Contigo!Twitter Contigo!Instagram Contigo!
Novelas / Novidade

Autora de 'Pega Pega' revela detalhes de 'Cara e Coragem', sua próxima novela na Globo: "Mais suspense"

A novelista trará Marcelo Serrado e Mariana Santos para viverem um novo casal; confira

Redação CONTIGO! Publicado em 23/07/2021, às 13h52

A novelista trará Marcelo Serrado e Mariana Santos para viverem um novo casal; confira - Reprodução/TV Globo
A novelista trará Marcelo Serrado e Mariana Santos para viverem um novo casal; confira - Reprodução/TV Globo

Claudia Souto está trabalhando atualmente em Cara e Coragem, enredo que deve estrear na faixa das sete em 2022, mesmo horário que Pega Pega está sendo reprisada, outra obra da novelista. Em entrevista, ela falou sobre a nova produção, que terá muita ação e abordará o mundo dos dublês.

Desta vez, com mais suspense e um pouco mais dark. Sigo na pegada Sessão da Tarde como inspiração para o horário das sete. É uma faixa mais leve, que eu chamo de despressurizador do telespectador”, disse a autora em entrevista ao Notícias da TV.

Claudia garantiu que a preocupação inicial com o trabalho não é a audiência. “Sou noveleira antes de ser novelista. Amo o gênero. Quero levar ao ar uma novela que o público goste. Se repetir o sucesso, vou ficar muito feliz”, explicou ela.

Marcelo Serrado e Mariana Santos, que viveram o casal Malagueta e Maria Pia na novela anterior de Souto, estarão juntos novamente no novo folhetim, mas a história será diferente. “São um ex-casal que não se ama mais e que briga na Justiça pela guarda do filho. Vem briga, mas também muita emoção por aí”, garantiu a autora.

DECIDIDA

Nesta segunda-feira (19), a edição especial de Pega Pega será exibida na TV Globo, enredo que foi ao ar pela primeira vez em 2017. Claudia Souto, autora do folhetim, contou que não faria nenhuma alteração na obra e ressalta o sucesso alcançado.

Em entrevista ao jornalista Daniel Farad, do Notícias da TV, a autora relembrou da audiência da trama em sua exibição original. “A novela alcançou uma audiência que não era vista em cinco anos. Não mudaria nada, novelas são como fotografias de uma época. Não cabem retoques”, declarou.