Contigo!
Busca
Facebook Contigo!Twitter Contigo!Instagram Contigo!Youtube Contigo!Tiktok Contigo!Spotify Contigo!
Notícias / AMEAÇA MARINHA

O que são pirossomas? Criaturas surgem nos EUA e preocupam cientistas

Criaturas podem prejudicar o ecossistema marinho com as mudanças climáticas

Pirossomas é clicado nos EUA - Foto: Reprodução/Facebook
Pirossomas é clicado nos EUA - Foto: Reprodução/Facebook

O ecossistema marinho está em sinal de alerta. Pesquisadores da Universidade do Estado do Oregon começaram a estudar o aparecimento frequente de criaturas de aparente textura gelatinosa em praias da costa oeste dos EUA.  

Os pirossomas, cientificamente chamado de Pyrosoma atlanticum, são transparentes, apresentam formato de cone e medem até 18 m de comprimento. Eles fazem parte do grupo polifilético de organismos marinhos, tendo como uma das principais características a água.

Segundo um estudo publicado na revista NewScientist, apesar de ter aparência inofensiva, as criaturas podem representar uma grave ameaça ao ecossistema marinho, já que pode afetar diretamente a cadeia alimentar. Isso significa que outras especíes teriam menos oferta de alimentos naturais. 

Eles se alimentam de fitoplâncton, conjunto de micro-organismos fotossintetizantes que também são consumidos por diferentes criaturas marinhas. Animais comuns, como peixes, podem ser diretamente prejudicados pelo surgimento dos gelatinosos em regiões que não eram comuns.

"Os pirossomas consomem animais na base da cadeia alimentar e retêm essa energia. Eles estão retirando do sistema a energia de que os predadores precisam", explica Lisa Crozier, cientista pesquisadora do NOAA Fisheries Northwest Fisheries Science Center.

As mudanças climáticas podem ter ligação com o surgimento dos pirossomas em lugares que não são comuns. Com o aquecimento das águas do oceano, as criaturas costumam procurar novos locais para explorar.