Contigo!
Busca
Facebook Contigo!Twitter Contigo!Instagram Contigo!Youtube Contigo!Tiktok Contigo!Spotify Contigo!
Notícias / PERIGO!

Mulher é atacada por tubarão em água rasa e tem perna gravemente ferida

Mulher é atacada por tubarão em água rasa, mas consegue fugir do animal; banhista recebeu os primeiros socorros na praia

Luisa Scavone

por Luisa Scavone

lscavone_colab@caras.com.br

Publicado em 05/07/2024, às 10h46

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Mulher é atacada por tubarão - Reprodução/ X
Mulher é atacada por tubarão - Reprodução/ X

O feriado de 4 de julho, Dia da Independência dos Estados Unidos, foi marcado por um susto e tanto em South Padre Island, no Texas. Isso porque, enquanto curtia a praia, uma banhista acabou sendo atacada por um tubarão.

Enquanto nadava na água rasa, o animal mordeu sua perna esquerda. A mulher conseguiu sair do mar e, enquanto recebia os socorros, foi possível ver o tubarão a poucos metros de distância. Em um vídeo, divulgado por uma pessoa que estava no local, é possível ver o momento do acontecimento.

Tudo indica que outro banhista também saiu ferido."As duas vítimas que foram mordidas foram transportadas para o Valley Regional Medical Center, em Brownsville", informou o Texas Parks and Wildlife. De acordo com a CBS News, o vídeo sugere que seria uma "espécie de tubarão maior".

PRESA!

Grazielly da Silva Barbosa, de 39 anos, proprietária da clínica estética Ame-se em Goiânia (GO) foi presa nesta quarta-feira (3) suspeita de crimes contra as relações de consumo. A influenciadora Aline Maria Ferreira faleceu, aos 33 anos, nesta terça-feira (2), após ser hospitalizada dias depois de realizar um preenchimento nas nádegas no estabelecimento. 

A prisão foi realizada por policiais da Delegacia de Repressão a Crimes Contra o Consumidor (Decon) de Goiás. Segundo a Polícia Civil (PC), a clínica de Grazielly não tem alvará de funcionamento e nem responsável técnico.

De acordo com o G1, a moça é investigada pelos crimes de exercício ilegal da medicina, execução de serviço de alta periculosidade e crime contra a relação de consumo. Aline Ferreira faleceu 9 dias após passar por um preenchimento nas nádegas. Segundo o marido da jovem, ela começou a ter febre no dia seguinte ao procedimento e, 4 dias depois, foi internada no Hospital Regional da Asa Norte (Hran) após desmaiar. Neste domingo (28), Aline foi transferida para um hospital particular da Asa Sul, onde faleceu.