Contigo!
Busca
Facebook Contigo!Twitter Contigo!Instagram Contigo!Youtube Contigo!Tiktok Contigo!Spotify Contigo!
Notícias / Rio de Janeiro

Falsa vidente aplica golpe milionário em colecionador de arte e é presa pela polícia

Polícia já recuperou parte do valor milionário roubado por quadrilha no Rio de Janeiro

Falsa vidente foi presa na Pria de Grumari - Foto: Reprodução/Globo
Falsa vidente foi presa na Pria de Grumari - Foto: Reprodução/Globo

Diana Rosa Stanesco Vuletic (34) foi presa pela Poícia Civil nesta segunda-feira, 14, no Rio de Janeiro, após aplicar um golpe milionário contra Geneviève Boghici, viúva do colecionador de arte Jean Boghici, que falaceu em 2015. Ela se passava por vidente e estava foragida. 

Agentes da Delegacia de Roubos e Furtos de Cargas (DRFC) surpreenderam a mulher enquanto ela aproveitava um dia de sol na Praia de Grumari, de acordo com informações divulgadas pelo g1. A falsa vidente, que teve envolvimento direto no golpe, não resistiu à prisão. Não há informações sobre a cadeia para qual a criminosa foi levada.

A mulher foi condenada por extorsão majorada, cárcere privado, estelioato, associação criminosa e roubo. Ela deve cumprir a 7 anos e quatro meses de prisão por enganar e roubar a idosa milionaria. A polícia do Rio já havia feito prisões de outros acusados de fazer parte da quadrilha.

Gabriel Nicolau Hafliger (condenado a 13 anos), Jacqueline Stanescos e Slavko Vuletc (cinco anos e oito meses) e Rosa Stanesco Nicolau (45 anos e nove meses).

O grupo roubou cerca de R$ 724 milhões, o que incluíram obras de artes valiosas que eram colecionadas por Jean, considerado um dos mais importantes colecionadores do Brasil. A polícia já conseguiu recuperar R$ 303 milhões.

O golpe ganhou os destaques nos principais telejornais da TV brasileira em 2020. De acordo com a investigação da Polícia Civil, uma das criminosas se passou por vidente e abordou a viúva na rua para alaertá-la sobre a falsa morte da filha.

Em consulta com outra falsa vidente que também fazia parte da quadrilha, teria sido confirmado que a filha de Geneviève tinha um espírito ruim que a faria morrer em breve. A idosa chegou a fazer pagamentos que somaram R$ 5 milhões para retirar o suposto encosto da herdeira.

Hugo Novais, advogado de Gabriel, diz que a prisão de seu cliente é ilegal, já que não há um pedido do MP e que a sentença não revela provas contidas no processo. Ele também defende Rosa e contesta a pena da mulher. A defesa de Jaqueline diz que vai recorrer da decisão.