Contigo!
Busca
Facebook Contigo!Twitter Contigo!Instagram Contigo!Youtube Contigo!Tiktok Contigo!Spotify Contigo!
Notícias / Alexandre Correa

Ex de Ana Hickmann toma medida para defender homens acusados de violência doméstica: 'Grande problema'

Alexandre Correa anunciou sua pré-candidatura a vereador de SP

Alexandre Correa foi acusado de violência doméstica - Foto: Reprodução/Instagram
Alexandre Correa foi acusado de violência doméstica - Foto: Reprodução/Instagram

Alexandre Correa (52), ex-marido de Ana Hickmann (43), vai concorrer nas Eleições 2024. O empresário anunciou sua pré-candidatura a vereador de São Paulo, semanas após o anúncio do divórcio solicitado pela apresentadora da Record. 

Em entrevista à Contigo!, o pai de Alezinho (10), afirma o objetivo de ser a voz de homens acusados de violência doméstica, assim como ele. Em novembro do ano passado, ele foi acusado de agredir fisicamente a ex-modelo. Os dois travam uma batalha na Justiça seguida de várias acusações dos dois lados. 

"O homem que sofre violência, a violência psicológica e a violência física, um homem de bem jamais encosta a mão numa mulher. Haja o que houver, sofra ele a agressão que ele vem a sofrer, xingamento, chute, soco, seja lá o que aconteça com ele, um homem de bem jamais reage a agressão de uma mulher, tanto física quanto verbal. E esse homem sofre calado. E muitas vezes esse homem, quando vai procurar auxílio dentro de uma delegacia, é feito escárnio pela situação dele", diz. 

Leia também:A Fazenda: Ator de Chocolate com Pimenta abre o jogo sobre negociação

O empresário revela que sua campanha na estreia na política será direcionada aos homens de baixa renda, assim como os projetos. Uma das das ações previstas por ele é a de fornecer defensoria pública e ampla defesa a acusados de violência doméstica. 

"Ninguém leva a sério a denúncia. Se ele é de baixa renda, a Defensoria Pública não o protege. Então nós temos um grande problema que precisa ser tratado, tal como mulheres sofrem violência, mulheres também sofrem violência, sofrem violência calado, porque o homem de bem não reage a uma agressão, mas ele precisa ter o seu direito garantido e a ampla defesa do Estado", explica. 

A candidatura de Alexandre Correa foi recebida com críticas. Ele não revelou para qual sigla irá tentar uma vaga na câmara de vereadores da capital paulista, mas pretende pautar sua campanha nos últimos acontecimentos na sua vida.