Contigo!
Busca
Facebook Contigo!Twitter Contigo!Instagram Contigo!Youtube Contigo!Tiktok Contigo!Spotify Contigo!
Notícias / TRAGÉDIA

Bailarina morre aos 25 anos após comer cookie com amendoim por acidente

Alérgica, bailarina morre aos 25 anos após consumir cookie de pacote que não identificava a presença de amendoim na receita; saiba mais

Adriana Peraita Publicado em 26/01/2024, às 13h45

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Bailarina morre aos 25 anos após comer cookie com amendoim por acidente - Reprodução/Instagram
Bailarina morre aos 25 anos após comer cookie com amendoim por acidente - Reprodução/Instagram

A bailarina inglesa radicada nos Estados Unidos Órla Baxendale morreu aos 25 anos após sofrer um choque anafilático em decorrência da ingestão de amendoim. O alimento, a que a jovem era alérgica, não estava identificado na lista de ingredientes de um pacote de cookies que ela consumiu. Ela faleceu no dia 11 de janeiro.

Originalmente de East Lancashire, na Inglaterra, Órla mudou-se para Nova York em 2018 para dar continuidade à carreira como dançarina. Ela estava em Connecticut para uma apresentação quando comeu o cookie produzido pela fabricante Cookies United e vendido pela rede de supermercados Stew Leonard's. No rótulo da embalagem, não havia nenhuma identificação que o produto continha amendoim. 

Marijo Adimey, advogada contratada pela família, declarou que "a investigação preliminar revelou que a morte de Órla ocorreu devido à negligência grave e conduta imprudente do fabricante e/ou vendedores"

A Stew Leonard's acusa a Cookies United de ter mudado a receita dos cookies sem notificá-los da troca de grãos de soja por amendoim. A fabricante, por sua vez, afirma ter avisado a empresa da substituição no mês de julho e enviado produtos com os rótulos corretos. Segundo a companhia, a rede de supermercados foi responsável pela impressão das etiquetas erradas. 

Após a morte de Órla, Stew Leonard's pediu que os clientes retornem os pacotes de cookies, afirmando que eles "contêm amendoins e ovos não declarados” e que aqueles com alergia a qualquer um dos ingredientes “correm o risco de uma reação alérgica grave ou fatal”. Os biscoitos estiveram à venda entre o dia 6 de novembro e 31 de dezembro. Cerca de 500 pacotes foram vendidos.

“Nunca nos recuperaremos da dor de tê-la tirada de nós tão cedo, no auge de sua vida. Mas também temos muito orgulho de chamá-la de nossa filha e irmã, e de ter tido o privilégio de compartilhar 25 anos com uma pessoa incrivelmente especial", disse a família de Órla em um comunicado.

“É incompreensível que alergias possam acabar com vidas vidas em 2024. Queremos pedir a todos que eduquem a si mesmos e às pessoas ao seu redor sobre a anafilaxia, como usar EpiPens (autoinjetores de adrenalina) e os primeiros sinais de alerta para reações alérgicas graves".

A antiga escola de dança da jovem também se manifestou sobre a perda: "Órla se tornou parte integrante do mundo da dança de Nova York, perseguindo sua paixão, brilhando sua luz e fazendo o que mais amava. Ela dançou com inúmeras companhias e coreógrafos. Sua perda será profundamente sentida por seus amigos, colegas e por todos que a conheceram".

Órla Baxendale

MÃE ENCONTRA SEGUNDA COBRA MAIS VENENOSA DO MUNDO NA CÔMODA DO FILHO BEBÊ

Uma mãe australiana passou por um tremendo susto ao procurar roupas para vestir o seu filho de três anos. É que ela encontrou uma cobra de uma das espécies mais peçonhentas do mundo dentro da cômoda do pequeno. Um profissional foi chamado para retirar a serpente do local. 

Mark Pelley, responsável por remover o animal da casa, contou mais detalhes do caso nas redes sociais. “A mãe foi pegar algumas roupas para o filho e encontrou uma grande cobra-marrom de 1,5 m de comprimento". A cobra estava na gaveta de roupas íntimas do menino. 

Receba o melhor do nosso conteúdo em seu e-mail

Cadastre-se, é grátis!