Contigo!
Busca
Facebook Contigo!Twitter Contigo!Instagram Contigo!Youtube Contigo!Tiktok Contigo!Spotify Contigo!
Notícias / QUE HORROR!

Adolescente de 16 anos mata pais e irmã e esconde cadáveres por dois dias

Adolescente de 16 anos mata pais e irmã a tiros dentro de casa em São Paulo; confira!

Renata Garre

por Renata Garre

rnogueira_colab@caras.com.br

Publicado em 20/05/2024, às 12h35

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Adolescente de 16 anos mata pais e irmã e esconde cadáveres por dois dias - Reprodução/Instagram
Adolescente de 16 anos mata pais e irmã e esconde cadáveres por dois dias - Reprodução/Instagram

Um adolescente de 16 anos se entregou para a polícia no último domingo (19) após confessar que matou os pais e a irmã a tiros na residência da família, localizada na Vila Jaguara, Zona Oeste da capital paulista.

De acordo com a Secretaria de Segurança Pública de São Paulo, o crime aconteceu na sexta-feira (17), mas o jovem acionou a polícia apenas dois dias depois, por volta das 22h55. Ele revelou às autoridades que usou a arma do pai, um guarda municipal de 57 anos, para cometer os assassinatos. O homem trabalhava na cidade de Jundiaí desde 2012.

A mãe tinha 50 anos, e a irmã adotiva,16. Após a chegada da polícia, a perícia compareceu ao local e apreendeu o celular e a arma utilizados pelo criminoso, que foi levado à delegacia e encaminhado à Fundação Casa.

Vale destacar que o caso foi registrado no 33º Distrito Policial, em Pirituba, como ato infracional de homicídio, feminicío, posse ou porte ilegal de arma de fogo e vilipêndio, ato de menosprezar ou desprezar um cadáver ou suas cinzas. Agora, a investigação segue em andamento.

DEPOIMENTO 

Em depoimento, o adolescente afirmou que constantemente tinha desentendimento com os pais e, na última quinta-feira (16) eles teriam brigado novamente onde ele foi chamado de "vagabundo" e teve o celular retirado. Por conta do castigo, ele ficou sem ter como fazer uma apresentação para o colégio e então planejou matá-los. 

Ele primeiramente atirou no pai, que estava de costas na cozinha. A irmã ouviu o disparo, foi até o cômodo e foi baleada no rosto. Em seguida, ele decidiu ir para academia e, ao voltar para casa, esperou a mãe chegar para assassiná-la.

CANTOR SERTANEJO MORRE EM ACIDENTE DE CARRO

Na madrugada de sábado (18), o cantor sertanejo Guilherme Leon morreu em um acidente na rodovia Raposo Tavares, em Mairinque (SP). Ele estava na pista sentido Sorocaba, quando outro veículo invadiu a contramão e bateu de frente com o carro dele.

O artista voltava de Goiânia após assinar seu primeiro contrato com uma gravadora. De acordo com a SSP (Secretaria de Segurança Pública), Guilherme chegou a ser socorrido e levado a uma Unidade de Pronto Atendimento na cidade, mas não resistiu. Na ocasião, ele estava com a esposa, que sofreu ferimentos leves.

O causador do acidente fugiu sem prestar socorro, mas foi preso pela Polícia Civil. Em depoimento, ele confessou ter ingerido bebida alcoólica e alegou ter saído do local para buscar ajuda médica, pois também estava ferido. O caso foi registrado como homicídio culposo na direção de veículo automotor na Delegacia de Polícia de Mairinque.