Contigo!
Facebook Contigo!Twitter Contigo!Instagram Contigo!Spotify Contigo!
Música / Emoção

Grammy 2020: Alicia Keys abre premiação com homenagem para Kobe Bryant

Emoção: na abertura, cantora fez desabafo após a perda do astro da NBA

Redação CONTIGO! Publicado em 26/01/2020, às 21h15 - Atualizado em 28/01/2020, às 08h31

Grammy 2019: Alicia Keys abre premiação com homenagem para Kobe Bryant - Reprodução
Grammy 2019: Alicia Keys abre premiação com homenagem para Kobe Bryant - Reprodução

A cantora Alicia Keys abriu a edição anual do Grammy com uma homenagem para Kobe Bryant. A premiação acontece na noite deste domingo em Los Angeles, nos Estados Unidos.

Horas após a notícia que confirmou sua morte, ela dedicou a premiação à memória do astro. 

"Estamos todos sentindo uma tristeza profunda porque hoje, Los Angelas, a América e o mundo todo perderam um herói. Estou com meu coração partido aqui, na casa que Kobe Bryant construiu", disse ela fazendo referência ao fato do craque ter feito história pelo Los Angeles Lakers, time da cidade.

"Agora, ele e sua filha e todos aqueles que se foram estão nos nossos corações, nas nossas preces. Nunca imaginamos que começaríamos o programa assim", lamentou ela.

A cantora também pediu que os telespectadores, artistas e o público presente aproveitem a cerimônia e acreditem no poder transformador da música. "Sei que vamos fazer aqui o que estamos para fazer. Vamos nos unir e cantar juntos, rir juntos, chorar juntos, amar juntos e vamos nos certificar de que vamos celebrar a energia da música", disse ela.

Kobe Bryant, um dos maiores da NBA, foi uma das vítimas fatais de um acidente de helicóptero em Los Angeles. Além dele, outras quatro pessoas morreram no acidente, confirmado pela polícia de Los Angeles

Aos 41 anos, o jogador nascido na Filadélfia deixa um legado como um dos maiores recordistas da NBA: foi o mais jovem da liga a alcançar os 30 mil pontos, além de ter ganhado em 2018 o Oscar de Melhor Curta-Metragem de Animação pelo filme Dear Basketball. Ele foi casado com Vanessa desde 2001.