Contigo!
Facebook Contigo!Twitter Contigo!Instagram Contigo!Spotify Contigo!
Música / Pesado, né?

Ameaça de morte? Fãs de Taylor Swift perseguem empresário da cantora

Após briga com empresário, fãs da cantora ameaçam família e filhos

Redação Contigo! Publicado em 19/11/2019, às 09h15 - Atualizado às 10h24

Ameaça de morte? Fãs de Taylor Swift perseguem empresário da cantora - Foto: Reprodução/Instagram
Ameaça de morte? Fãs de Taylor Swift perseguem empresário da cantora - Foto: Reprodução/Instagram

Os fãs de Taylor Swift estão em guerra com Scooter Braun e não é de hoje! Nas redes sociais, a briga vem gerando polêmica desde que o empresário adquiriu a Big Machine Records, antiga gravadora da cantora, em meados de julho. Mas agora a situação ficou ainda mais séria e os Swifties começaram a fazer ameaças de morte!

Segundo fontes diretas do TMZ, há fãs da cantora de diversas idades e locais ameaçando Braun e toda a equipe da Big Machine - incluindo o fundador da gravadora Scott Borchetta – desde que a diva anunciou ter sido proibida de cantar suas próprias músicas no AMA’s. Taylor será agraciada com o prêmio de “Artista da década” nesta edição e vem lutando para conseguir apresentar um medley com os grandes hits de sua carreira.

“Tenho planejado apresentar um medley com os maiores hits da minha carreira na premiação. Scooter Braun e Scott Borchetta acabaram de me avisar que não estou autorizada a apresentar minhas antigas canções na televisão, pois alegam que isso seria como regravar minhas músicas antes que eu tivesse a permissão no ano que vem” desabafou a cantora, que ainda acrescentou “eu já não sei mais o que fazer!”.

E não acaba por aí! Taylor também comunicou que os empresários barraram o uso de suas produções pela Netflix, que pretende estrear um documentário sobre a carreira da diva. “Além disso, a Netflix produziu um documentário sobre a minha vida nos últimos anos. Scott e Scooter recusaram o uso de minhas músicas e performances antigas nesse projeto, mesmo que não haja nenhuma menção nem a eles e nem a Big Machine Records no decorrer do filme”, finalizou a cantora.

Ainda segundo o TMZ, as ameaças foram enviadas aos poderosos da música através das redes sociais e e-mails, mencionando como alvo até a esposa e os filhos pequenos de Scooter. Um dos escritórios de Braun, localizado em Ithaca Holdings, Nashville, teve que ser fechado durante a última semana por conta de algumas ameaças mais intensas.

O site americano ainda reforça que as ameaças não são feitas apenas por “crianças falando da boca pra fora”, e sim por adultos realmente mal intencionados.