“A novela mexe muito com minha fé”, afirma Rodrigo Andrade sobre ‘Jesus’

O ator conta que a experiência na Record TV está mudando a sua vida

Jorge Luiz Brasil Publicado quarta 13 março, 2019

O ator conta que a experiência na Record TV está mudando a sua vida
Aos 35 anos, Rodrigo se divide entre a carreira de ator e cantor - Divulgação

Em Jesus, Rodrigo Andrade vive Simão, o Zelote, um dos 12 apóstolos de Cristo (Dudu Azevedo), em Jesus. Depois de dez anos na Globo, ele topou o desafio de participar de uma novela bíblica Record TV e afirma que essa experiência transformou sua relação com a fé. “Por conta dela, passei a procurar conhecer mais Jesus e tem sido maravilhoso”, comemora o paulista, de 35 anos, que investe também em sua faceta de cantor. Além dos shows que faz por todo o país, Rodrigo já lançou dois álbuns, 30 Anos (2014) e Amor Impossível (2011, apenas em formato digital), que revelam sua faceta sertaneja. Conheça um pouco mais sobre esse sujeito boa praça e bom de papo!

 
Você foi nascido e criado no interior de São Paulo. O que você guarda dessa época?
Minha essência ainda é do caboclo do interior, que escuta moda sertaneja e faz churrasco toda semana (risos). Meu pai, Neno, era palhaço de Circo e meu avô materno, João Henrique, integrava uma dupla sertaneja! Acredito que a convivência com eles me ajudou na minha formação profissional? Ganhei meu primeiro violão do meu avô e meu pai sempre foi um artista em casa.
 

Você aprendeu a tocar violão sozinho aos 7 anos! Como equaliza a questão do talento inato com a necessidade de um estudo mais formal?
Sou muito estudioso, estudo pelo menos 6 horas por semana.


Você já foi vendedor de tênis, garçom, produtor de uma banda e modelo e até dividiu um apartamento com Rafael Cardoso e André Bankoff antes da fama! Tem boas lembranças dessa época?
Era uma época muito boa, tínhamos chegado ao Rio com apenas sonhos na bagagem, tenho muitas lembranças lindas e muitas que jamais podem ser contadas (risos).
 

Ah, mas deve ter alguma história engraçada, curiosa ou dramática desse período...
Era muito perrengue, muita ralação, mas tínhamos sempre muita fé e esperança que conseguiríamos realizar nossos sonhos. André mora em São Paulo, vejo muito pouco. Já o Rafa é um dos melhores amigos, estamos sempre juntos, sou padrinho dos filhos dele e ele será dos meus. É o irmão que Deus me deu.
 

Como você se equilibra entre as carreiras de cantor e ator? Alguma tem um peso maior?
Em determinados momentos eu foco mais em uma e, em outros, eu foco na outra. Agora se amo mais uma profissão do que a outra já não tenho como dizer.

 

Entre os personagens que você fez qual te traz mais nostalgia? E qual gostaria de ter feito e não fez?
O Berto, de Gabriela (2012) era um supervilão e marcou muito a minha carreira, me rendeu prêmios e tenho um carinho muito grande por ele. Eu gosto de qualquer personagem que se distancia o máximo possível do Rodrigo. Tenho vontade de fazer um esquizofrênico, um travesti e até mesmo outro vilão como o Berto.
 

Em 2014 você participou do Super Chef Celebridades! Como está esse seu lado cozinheiro? Qual é a sua especialidade?
Eu amo cozinhar e até que mando bem, sou bom de tempero (risos). Mas minha especialidade é o churrasco que pratico toda semana.
 

Você ficou doente numa viagem aos Estados Unidos, teve contato com um pastor evangélico e logo depois recebeu o convite para a novela? Fala um pouco dessa história e diga se acredita em coincidência ou acha que já está tudo "escrito"?
Olha, o que saiu na mídia foi bemmm distorcido. Eu estava com uma crise de sinusite e, sim, ganhei uma Bíblia de um pastor de uma igreja batista. Foi apenas isso, e comecei a ler. A questão da novela surgiu depois. Agora, se foi coincidência ou um sinal prefiro não saberia responder. 
 

Como está sendo a experiência de trabalhar numa novela bíblica?
Maravilhoso! Trabalhar na RecordTV tem sido uma grande experiência, tenho feito grandes amigos.
 

Como foi a sua construção do personagem?
Foi basicamente igual todas as outras, através de muito estudo. Buscando todas as referências e criando o personagem de forma bem particular. A novela mexe muito com minha fé. Por conta dela, passei a procurar conhecer mais Jesus e tem sido maravilhoso. 

Você é muito apegado a seus cachorros, não é?
Amo animais, amo natureza. Meus filhos caninos só sabem me trazer alegrias, representam parte minha família.
 

O desejo de ser pai ainda está forte?
Sim desejo ser pai, mas tudo no seu tempo.
 

Você e Joyce estão casados há quatro anos. Como está a relação de vocês?
Nossa relação está cada vez mais forte, estamos cada vez mais apaixonados. Amadurecemos juntos e nossa relação é muito especial. Ela é minha companheira, amiga, parceira e não consigo me imaginar em um futuro sem ela.
 

Você é vaidoso? O que tem feito para manter a forma?
Na verdade não sou (risos). Deveria ser mais. Com a correria e a intensidade das gravações tem sobrado pouco tempo para malhar. Mas tento correr na praia pelo menos três vezes por semana. 
 

Que balanço você faz de 2018 e quais são as suas expectativas para 2019? Já tem projetos engatilhados para depois de Jesus?
Dois mil e dezoito foi um ano muito bom, um ano de cuidar e amadurecer minhas relações pessoais com minha família e com minha espiritualidade. Foi um ano que troquei de “casa” Globo para Record e me adaptei muito bem. Fiz um personagem muito especial que me ajudou a crescer bastante então resumindo foi um ano ótimo. Para 2019 graças a Deus começo com o pé direito e muitas oportunidades profissionais. Com certeza será um ano de muitas conquistas. Ainda não decidi por onde vou caminhar, porém não tenho dúvidas que será muito especial.

Último acesso: 06 Apr 2020 - 21:35:19 (1055992).