Contigo!
Facebook Contigo!Twitter Contigo!Instagram Contigo!Spotify Contigo!
Famosos / LUTO

Xuxa Meneghel lamenta morte de diretor Global que lançou sua carreira televisiva: ''Fada madrinha''

Apresentadora comove com linda homenagem a Mauricio Sherman

Redação Contigo! Publicado em 17/10/2019, às 16h54 - Atualizado às 16h54

Apresentadora comove fãs ao relembrar diretor - Instagram
Apresentadora comove fãs ao relembrar diretor - Instagram

A morte de Mauricio Sherman, um dos maiores nomes da história da TV brasileira, que faleceu nesta quinta-feira (17), tem causado bastante comoção entre os colegas de trabalho dentro e fora da emissora. 

Após a atriz e apresentadora Fabiana Karla ficar fora da edição do Se Joga por estar muito abalada com a partida do amigo, foi a vez de Xuxa Meneghel falar de todo o carinho que sentia pelo diretor, que foi quem lhe descobriu. 

Com um clique antigo, a loira falou ser muita grata por tudo o que ele fez pela carreira dela e confessou sentir não ter agradecido ele o suficiente ainda em vida. 

"Ele me disse que eu tinha o sorriso de Doris Day, a sensualidade de Marlyn Monroe e uma pitada de Peter Pan... Ele insistiu que eu entrasse pra TV, ele me viu de uma maneira lúdica e diferente, sei que ele descobriu muitos talentos, talvez fosse o que mais lhe dava prazer, mas hoje eu me pergunto... Será que nós falamos para ele o quanto ele foi importante nas nossas vidas? Será que ele ouviu muito obrigada por todas as chances que ele nos ofereceu? Da minha parte, acho que não falei o suficiente, mesmo lembrando sempre que minha história começou com ele"

A apresentadora finalizou a homenagem agradecendo Sherman: "Gratidão por ter sido meu “fada madrinha” nessa história de tantos“ era uma vez” o meu conto de fadas começa com um cara baixinho, “vermelhinho” que me deu a chance de ser reconhecida como “rainha dos baixinhos” um beijo carinhoso aos familiares e amigos, sinto muito".

A CARREIRA DE MAURICIO:

O diretor, que idealizou o Fantástico e basicamente ajudou a criar a TV, morreu aos 88 anos em decorrência de uma doença renal crônica. Antes de integrar o time da Globo, Maurício passou pela Tupi, pela Excelsior, pela Bandeirantes e pela Manchete. Mas o início da carreira foi nos palcos dos teatros, ainda na adolescência, de onde rapidamente migrou para as rádios.

Ao longo de quase todo o último século, Maurício marcou a história da TV e foi disputado pelas grandes emissoras durante as décadas de 60 e 70. Nesta última, participou da criação do Fantástico. Na década de 80, trabalhando na Manchete, descobriu e lançou Xuxa Angélica como apresentadoras.

Veja: