Contigo!
Facebook Contigo!Twitter Contigo!Instagram Contigo!Spotify Contigo!
Famosos / DESABAFO

Xuxa Meneghel fala sobre abuso que sofreu na infância: ''Ainda mexe comigo''

Durante entrevista, apresentadora fala sobre cicatrizes e manifesta apoio a Dani Calabresa

Redação Contigo! Publicado em 15/12/2020, às 18h02 - Atualizado em 16/12/2020, às 10h32

Xuxa Meneghel fala sobre abuso que sofreu na infância - YouTube
Xuxa Meneghel fala sobre abuso que sofreu na infância - YouTube

Na última segunda-feira, 14, durante uma entrevista com Leo Dias para o canal no YouTube do Metrópoles, Xuxa Meneghel falou sobre o abuso que sofreu durante sua infância.

Bastante emocionada, a apresentadora não escondeu que o assunto ainda mexe bastante e falou como faz para conviver com o ocorrido, já que não conseguiu se adaptar a fazer terapia.

“Sempre dói falar sobre o abuso, ainda mexe muito comigo, mas hoje eu vejo que não tenho uma cicatriz, eu tenho um membro a mais, é como se eu tivesse um braço a mais e preciso conviver com isso o resto da minha vida, não tem como tapar, se fosse uma cicatriz, eu poderia colocar uma maquiagem, mas você não esconde um braço ou uma perna a mais”, explicou.

A musa contou ainda que sente vontade de vomitar quando fala sobre o assunto: “É como se eu fosse quase uma sobrevivente, minha voz some quando falo sobre isso”, disse ela.

Xuxa contou ainda que ficava chateada ao ser questionada sobre a demora de falar do caso: “Dizem que é para aparecer, mas até o abuso de outras pessoas me machuca, então quando vejo casos como o da Dani, fico chateada. Cada um leva sua cruz de uma maneira diferente”, disse ela, que pediu que as pessoas não julgassem denúncias, ainda que após longo período.

FÉ CRISTÃ:

Recentemente, Xuxa revelou em uma entrevista rara detalhes sobre a fé da filha, Sasha Meneghel. Ela contou que sempre teve uma relação próxima e aberta a todas as religiões. A loira conta que a filha hoje é evangélica, mas que oficialmente ela permanece católica.

Agora, aqui em casa, a Sasha também virou evangélica. Eu continuo no meu catolicismo. Porque eu acredito em Deus. Acho que não tenho que dizer que sou de uma religião. Eu sou de Deus na minha cabeça e acabou. Como eu respeito demais (o espiritismo), não sei quantos livros já li sobre espiritismo. Tem muita coisa no espiritismo em que eu acredito”, disse ela.

Veja: