Contigo!
Facebook Contigo!Twitter Contigo!Instagram Contigo!Spotify Contigo!
Famosos / SUSTO

Wesley Safadão volta para hospital e passa por cirurgia às pressas após a realização de exames

Após alta hospitalar, Wesley Safadão volta para hospital e cancela novos shows agendados

Redação Contigo! Publicado em 07/07/2022, às 18h26

Wesley Safadão volta para hospital e passa por cirurgia às pressas - Instagram
Wesley Safadão volta para hospital e passa por cirurgia às pressas - Instagram

Nesta quinta-feira (07), alguns dias após receber alta hospitalar para continuar o tratamento em casa, o cantor Wesley Safadão precisou voltar para a unidade hospitalar e foi submetido a uma intervenção cirúrgica para a retirada de uma hérnia de disco.

O marido de Thyane Dantas chegou a ser internado às pressas com fortes dores na coluna, mas foi liberado poucos dias depois. No perfil das redes sociais do músico, a assessoria informou que a cirurgia acontece pela manhã de hoje.

“Após a realização de novos exames e avaliação médica liderada pela equipe do Dr. Francisco Sampaio Júnior e Prof. Dr. Roberto Kalil Filho, informamos que nesta manhã o cantor Wesley Safadão foi submetido a uma intervenção cirúrgica no disco invertebral, para a remoção de hérnia discal”, inicia o comunicado.

Em seguida, a equipe tranquiliza os fãs e garante que o procedimento foi bem-sucedido. Ainda no comunicado, a assessoria do artista informa que os shows agendados até o dia 10 de julho foram cancelados.

“A cirurgia foi bem-sucedida, o cantor passa bem e já está no quarto em recuperação. Assim, os shows agendados até o dia 10 de julho precisarão ser cancelados. Agradecemos o carinho e a oração de todos. Em breve retomaremos a agenda de shows normalmente”, finaliza a nota.

Veja:

SHOW SUSPENSO PELA JUSTIÇA

Na quarta-feira (06), o cantor Wesley Safadão foi mais um dos artistas a ter apresentações comprometidas, após uma série de investigações que iniciou com a ‘CPI dos Sertanejos’. Dessa vez, o músico teve um show com cachê de R$ 700 mil suspenso.

A decisão foi do juiz titular da 1ª Vara da Comarca de Tabatinga, município do Amazonas. Edson Rosas Neto suspendeu a contratação do show do artista, pois o valor pago sairia dos cofres públicos. Acontece que a cidade passa por uma situação complicada.