Contigo!
Facebook Contigo!Twitter Contigo!Instagram Contigo!Spotify Contigo!
Famosos / DESESPERADOR!

Tiago Leifert expõe assédio que sofreu de professor e lamenta: "Ninguém falava nada"

Tiago Leifert expõe assédio moral que sofreu de professor na época em que custava jornalismo no Brasil por conta da profissão de seu pai

Redação Contigo! Publicado em 11/05/2022, às 20h35

Tiago Leifert relembrou o assédio moral que sofreu durante a época em que cursava jornalismo no Brasil - Reprodução/YouTube
Tiago Leifert relembrou o assédio moral que sofreu durante a época em que cursava jornalismo no Brasil - Reprodução/YouTube

Nesta terça-feira (10), Tiago Leifert surpreendeu seus seguidores ao revelar que já foi vítima de assédio moral durante o período da faculdade. Na época em que ainda estudava jornalismo no Brasil, o famoso foi coagido simplesmente por ser filho do executivo Gilberto Leifert, que era funcionário da Globo.

Primeiro entrevistado do podcast 'Fala, Brasólho!', o apresentador relembrou a situação desgastante que lhe fez sair do país. Ele explicou que nunca chegou a retrucar as provocações, mas não tinha paz no ambiente estudantil e nunca chegou a ser defendido por nenhum de seus colegas.

"Tinha um professor específico, nem sei se ainda está lá, mas ele foi um dos grandes motivos para eu ter desistido da faculdade. Ele falava assim no meio da aula: 'Porque tem playboyzinho aqui que veio comprar diploma, né? Papai trabalha na grande mídia, tá resolvido já'. Assim, na minha cara, juro por Deus", desabafou Tiago Leifert.

"Tenho muito sangue frio, demoro para perder a paciência. Não caí em provocação, deixava ele falar. Ele falava: 'Porque tem fascistinha aqui', nesse nível na aula, na minha cara. E o bando de banana que estudava comigo também, ninguém falava nada", lamentou o jornalista.

Por conta de toda a situação, o artista precisou se mudar para Miami, nos Estados Unidos, para conseguir concluir em paz sua graduação. "Meu pai era do setor comercial da Globo, nunca fui subordinado a ele na minha vida, ele era de outro departamento. Meu pai nunca foi subordinado nem chefe de nenhum dos meus chefes, nunca", frisou o apresentador.

MILEIDE DEFENDE PAULO ANDRÉ

Mileide Mihailesaiu em defesa de Paulo André após o ex-BBB recusar uma oferta feita por Maíra Cardi enquanto ele ainda estava confinado. Para ela, o velocista foi coerente e teve uma atitude brilhante.

"Gente, não acho o P.A ingrato. Acho que ele como pai tá fazendo o correto e honroso. Já pensou o homem nadando, surfando na sua onda, super estável financeiramente e aceitando um quarto inteiro pro seu filho da Maíra? Não ia ser legal", escreveu ela.