Contigo!
Facebook Contigo!Twitter Contigo!Instagram Contigo!Spotify Contigo!
Famosos / DESABAFO

Taty Goulart defende seus direitos após ausência do pai na criação da filha: "Pensão justa é direito"

Lembra dela? Atriz que está no ar em Senhora do Destino revela bastidores da maternidade solo

Redação Contigo! Publicado em 13/08/2020, às 10h29 - Atualizado às 10h30

Tatyane Goulart defende direitos de mães que criam filhos sem o pai - Reprodução/ Instagram
Tatyane Goulart defende direitos de mães que criam filhos sem o pai - Reprodução/ Instagram

A atriz Tatyane Goulart fez novas revelações sobre a maternidade solo.

Em entrevista ao jornal O Globo, ela contou que criou uma rede de apoio para mães que, assim como ela, criam os filhos sem a presença dos pais.

Ela tem publicado vídeos e realizado discussões sobre o tema. 

"Quando faço esses encontros on-line, aparecem tantas mães em situação parecida ou até mais difícil. Muitas têm os pais dos filhos omissos, como é o meu caso, mas há também quem viva em ambientes não muito saudáveis, com outros problemas. Sinto que nossas conversas nas lives acabam por trazer algum apoio", diz.

Mãe de Catarina, ela defendeu que é importante que mães conheçam aquilo que lhes é de direito.

"Muitas mães não conhecem os próprios direitos. Com esses vídeos, sinto que consigo dar voz a essa causa e amparar essas mulheres. Os homens sempre delegaram muito para nós. E, na maioria das vezes, não dispomos do mesmo tempo livre que os pais porque as crianças, principalmente os bebês, têm grandes demandas. Por isso, digo: uma pensão justa é direito. Não incentivo que se prejudique o pai das crianças, mas luto pelos direitos delas enquanto elas não podem. Expor a maternidade solo é dar voz às mães, aos problemas e às desigualdades dessa realidade", declarou.

Há alguns meses, a atriz já havia usado as redes sociais para desabafar sobre o momento difícil que vivia.

"Muitas madrugadas acordada fazendo fotos com filtro pra hora passar mais rápido. Mamãe com o rosto mais redondo, bebê de cabelo arrepiado. Agora mamãe não é mais loira e bebê tem franja e cachinhos... tempo, seu danadinho, para de correr", disse ela que encontrou bom humor na maternidade.