Contigo!
Facebook Contigo!Twitter Contigo!Instagram Contigo!Spotify Contigo!
Famosos / DESABAFO

Tatá Werneck rebate críticas sobre escolhas na maternidade: "Da minha amamentação, cuido eu"

A atriz foi medicada por um remédio tarja preta, porém, o seguidor disse que isso poderia afetar a filha

Redação Contigo! Publicado em 17/08/2020, às 13h12

Tatá Werneck rebate críticas sobre escolhas na maternidade: "Cuido eu" - Reprodução/Instagram
Tatá Werneck rebate críticas sobre escolhas na maternidade: "Cuido eu" - Reprodução/Instagram

Tatá Werneck utiliza as redes sociais para conversar com os fãs e neste domingo (16), ela comentou que precisou ser medicada por um remédio tarja preta, de uso controlado.

No entanto, um seguidor criticou a escolha da humorista, afirmando que ela não deveria tomar o medicamento, pois era incompatível com a amamentação da pequena Clara Maria, de 9 meses. "Você não está amamentando? Não deveria tomar esse medicamento", escreveu. 

Tatá discordou do posicionamento e criticou o seguidor. "Isso não te diz respeito. Da minha amamentação, cuido eu. Cuide o senhor da tua".

Anteriormente, a esposa de Rafa Vitti havia compartilhado nas redes sociais uma série de vídeos engraçados sobre diversos assuntos e afirmou que estava sob efeitos do remédio. "Bateu o efeitinho aqui, aí postei uns vídeos nada a ver. Aquele abração maneiro, saúde para os seus".

REVELAÇÃO INUSITADA

Tatá Werneck revelou aos seus fãs neste domingo (16) que fez uma promessa inusitada. No Twitter, uma seguidora sugeriu que a apresentadora do Lady Night usasse maconha para poder dar estímulo ao seu lado criativo. "Você pode substituir o Rivotril pelo 'cigarrinho de artista'. Ao invés de dar sono, vai estimular a criatividade", aconselhou.

A mãe de Clara Maria, no entanto, deixou a ideia de lado e contou o porquê: "Não gosto! Fiz promessa de que nunca fumaria maconha. Nunca fumei, acredita?".