Contigo!
Facebook Contigo!Twitter Contigo!Instagram Contigo!
Famosos / EITA!

Sincero, Rodrigo Hilbert revela que Fernanda Lima pediu separação, mas teve recaída: "Vai rolar uma coisa aí"

Durante o programa que os dois conduzem no canal a cabo GNT, modelo diz que sofreu muito com o término

Redação Contigo! Publicado em 21/05/2021, às 11h02

Rodrigo Hilbert revela que Fernand Lima pediu separação, mas teve recaída: "Vai rolar uma coisa aí" - Reprodução/TV Globo
Rodrigo Hilbert revela que Fernand Lima pediu separação, mas teve recaída: "Vai rolar uma coisa aí" - Reprodução/TV Globo

O apresentador Rodrigo Hilbert abriu o coração ao contar como foi o período separado da mulher, Fernanda Lima. Durante o Bem Juntinhos desta quinta-feira (20), os dois contaram como lidaram com a separação que aconteceu em 2005.

"Foi difícil. Eu fui surfar, procurar um lugar pra me ocupar, as pessoas vão muito atrás de uma ocupação para se livrar daquela dor. Foi a Fernanda que quis se separar", contou.

A apresentadora então desconversou e disse que a ideia não era se separar. Ela queria apenas mudar a dinâmica do relacionamento. 

"Não! Eu tinha proposto da gente se separar de casa porque a gente estava em fases muito diferentes. Eu estava trabalhando muito e ele estava no tempo dele. Eu achei qu a gente começou a se distanciar muito. Eu pensei: e se você mora em um lugar, eu moro no outro e a gente namora? Só que óbvio, deu tudo errado. Um se envolveu ali, o outro se envolveu...", contou.

Hilbert então lembra que os dois reataram porque ela começou a dar sinais. "Eu aluguei um apartamento perto da casa dela e ela ficava passando perto do apartamento. Eu comecei a perceber isso e falei: "acho que vai rolar uma coisa aí"', brincou ele.

ABRIU O CORAÇÃO

A apresentadora Fernanda Limaconfessou em uma live nas redes sociais que tinha sim uma personalidade difícil. Em um momento bem sincero, ela declarou que era "invocada".

"Eu já fui mais invocada, sabe, bem mais invocada. De brigar por besteira, de me irritar por bobagem, de gritar no trânsito, até por questões que eu achasse que eram justas", contou ela numa conversa com o médico Matheus Macedo.