Contigo!
Facebook Contigo!Twitter Contigo!Instagram Contigo!Spotify Contigo!
Famosos / Separadas

Simone dá balde de água fria em fãs sobre volta com Simaria: "Não sei"

Longe da irmã, Simone responde se vai voltar a cantar com Simaria e dá balde de água fria em esperanças de fãs; veja

Redação CONTIGO! Publicado em 01/08/2022, às 08h50

Simone dá banho de água fria em fãs sobre volta com Simaria - Reprodução/Instagram
Simone dá banho de água fria em fãs sobre volta com Simaria - Reprodução/Instagram

A sertaneja Simone Mendes abriu o jogo sobre a possível volta aos palcos com a irmã, Simaria, nesta segunda-feira (01).

Sincera, a cantora respondia perguntas de fãs quando um quis saber da possibilidade das duas voltarem a se apresentar como dupla, mas deixou claro que não tem nenhuma previsão para isso.

"Quando a Simaria vai voltar a cantar com você?", questionou um fã. Ela soltou um simples: "Ainda não sei".

A estrela também negou ter dado uma pausa na carreira. Ao contrário da irmã, ela garante que apenas finalizou os shows que estavam marcados e aproveitou para passar um tempo com a família. "Você deu um tempo no palco?", perguntou um seguidor.

Ela explica: "Eu cumpri toda a agenda de junho e julho. Peguei uma folga pra descansar o juízo e aproveitar as férias do meu filho". Confira:

Nos Stories, Simone responde que ainda não sabe sobre o retorno aos palcos com Simaria

Nos Stories, Simone nega ter se afastado dos palcos

SHOWS CANCELADOS

A dupla Simone e Simaria acaba de deixar os fãs preocupados após uma notícia vir à público.

É que contratantes estão revelando que shows previstos pela dupla estão sendo cancelados. De última hora, ao menos duas apresentações agendadas não vão acontecer.

Um dos contratantes, responsável pelo show na Expo Araçatuba que aconteceria em setembro, afirmou que nos bastidores o fim da dupla é dado como certo. As informações são do Metrópoles. Outro show da dupla, marcado para o dia 13 de agosto na 48° ExpoSul também não vai acontecer. O anúncio oficial já foi feito - a dupla alega "motivos pessoais".