Contigo!
Facebook Contigo!Twitter Contigo!Instagram Contigo!
Famosos / NOVIDADE

Seu Jorge e Yasmine Sterea lançam movimento pela equidade de gênero: "Mudança dos papéis na sociedade"

Em vídeo-manifesto pela Licença Parental, o projeto “De dentro de casa pra rua” busca justiça social

Redação Contigo! Publicado em 21/06/2021, às 17h33

Seu Jorge e Yasmine Sterea lançam movimento pela equidade de gênero: "Mudança dos papéis na sociedade" - Reprodução/Divulgação
Seu Jorge e Yasmine Sterea lançam movimento pela equidade de gênero: "Mudança dos papéis na sociedade" - Reprodução/Divulgação

O cantor Seu Jorge e a empreendedora social Yasmine Sterea estão lançando, nesta segunda-feira (21), um movimento pela equidade de gênero, que une homens e mulheres pelo crescimento, estabilidade e segurança no Brasil, chamado “De dentro de casa pra rua” .

A campanha é estrelada por Seu Jorge e Yasmine, ambos com filhos, que representam a união entre pai e mãe, e a vontade de construir um futuro melhor para meninas, meninos, mulheres e homens. “Quando a gente se olha como igual, homens e mulheres, a violência diminui. A corrupção diminui. O que você normaliza em casa, você normaliza na rua. Então se a gente quer um mundo mais seguro, próspero e estável, vamos começar de dentro de casa para rua”, diz Seu Jorge.

A primeira ação do movimento é um vídeo-manifesto pela Licença Parental estrelado pelos dois. Uma campanha especial para conscientizar e mobilizar a sociedade sobre a importância e profundidade da equidade de gênero em licenças parentais, que devem ser mais longas e independentes de gênero.

No manifesto, eles questionam o papel da mulher e do homem no cuidado dos filhos, principalmente ressaltando o prejuízo da ausência do pai na vida de uma criança.  Segundo estudos, essas crianças duas vezes mais probabilidade de repetir o ano escolar e 11 vezes de apresentar comportamento violento nas escolas.

Yasmine Sterea, CEO do Free Free e da FF Change, contou com exclusividade mais detalhes do projeto.

"A importância da licença parental universal vai muito além de uma política interna ou política pública. Estamos falando da mudança dos papéis da sociedade. Menos dominação, submissão, violência. Mais equidade. Estou muito feliz em estar a frente dessa iniciativa com Seu Jorge, que é pai de 3 meninas e também acredita que equidade de gênero vai muito além de justiça social. É sobre estabilidade, crescimento e segurança do nosso país e do futuro dos nossos filhos. Nossa união propõe uma mudança estrutural, mas mais importante ainda, propõe uma mudança cultural", revela.