Contigo!
Facebook Contigo!Twitter Contigo!Instagram Contigo!
Famosos / EITA!

Sergio Marone e Mário Frias trocam farpas após posicionamento sobre projeto de lei: ''Entendo seu amargor''

Secretário especial de Cultura do governo federal afirma ser contra projeto que levará nome de Paulo Gustavo

Redação Contigo! Publicado em 15/09/2021, às 21h15

Sergio Marone e Mario Frias trocam farpas na web - Instagram
Sergio Marone e Mario Frias trocam farpas na web - Instagram

Sergio Marone e Mário Frias trocaram farpas nas redes sociais, nesta quarta-feira (15), após o secretário especial de Cultura do governo federal se posicionar contra o projeto de lei Paulo Gustavo.

O projeto, que teve votação adiada pelo Senado, pretende dar apoio financeiro ao setor cultural de estados e municípios e levará o nome do falecido humorista com forma de homenagem.

Em sua publicação, Marone questionou Frias sobre um suposto investimento do SEFIC (Secretaria de Fomento e Incentivo à Cultura) em um projeto de Renan Bolsonaro, filho do presidente Jair Bolsonaro (sem partido).

“Isso, deixa um monte de ex-colegas seus passando fome. Entendo seu amargor por não ter seguido na carreira artística, mas entenda. Não fosse seus olhos azuis, jamais teria uma oportunidade na TV”, disse ele.

Mário, por sua vez, rebateu o ator dizendo que outros projetos eram mais importantes: “Claro, Morango, vou deixar de criar um curso profissionalizante, para capacitar jovens de baixa renda no mercado de trabalho, aprendendo programação, design gráfico, criação de roteiro, produção musical etc, para dar dinheiro para ex-colega famoso. Vai esperando.”, disse ele.

O projeto de lei Paulo Gustavo prevê injetar R$ 4,3 bilhões do orçamento do governo nos setores cultural e audiovisual. Em junho, Mario que já afirmou que "o governo vai virar um caixa eletrônico compulsório" caso a lei seja aprovada, disse achar o projeto um verdadeiro absurdo.

Veja: