Contigo!
Facebook Contigo!Twitter Contigo!Instagram Contigo!Spotify Contigo!
Famosos / RECUPERAÇÃO

Se recuperando de AVC, Pai de Anitta diz que reaprendeu a andar: “Fisioterapia”

Se recuperando após AVC, pai de Anitta conta que recebeu ajuda especial de médico fisioterapeuta

Redação Contigo! Publicado em 10/06/2022, às 17h28

Se recuperando de AVC, Pai de Anitta diz que reaprendeu a andar - Instagram
Se recuperando de AVC, Pai de Anitta diz que reaprendeu a andar - Instagram

Pai de Anitta, o empresário Mauro Machado, conhecido pelos fãs da artista como Painitto, usou as redes sociais na tarde desta sexta-feira (10) para dar mais detalhes sobre sua recuperação, após ter um AVC e enfrentar um câncer no pulmão.

Em uma sequência de vídeos, o pai da celebridade contou que precisou reaprender a andar e agradeceu o profissional responsável pela ajuda na recuperação. Sincero, ele disse que ficou sem reação quando tudo aconteceu, mas que o atendimento rápido salvou a sua vida.

Em um clique em que aparece ao lado do médico fisioterapeuta, ele explicou que o profissional foi totalmente dedicado no trabalho: “Fisioterapia massa. Doutor Carlos é eficiente, dedicado e carinhoso. Reensinou o Painitto a caminhar”, escreveu ele.

Nos stories do Instagram, o empresário ainda agradeceu, dizendo que ‘graças a Deus’ o AVC foi temporário: “Meu coração, a doutora falou que está novo, meu pulmão é de uma criança”, disse ele, que em seguida aconselhou os fãs: “A gente tem que ficar de olho, ainda mais que tem alimentação desregrada e gosto de beber”, disse ele.

Painitto contou ainda que sempre teve uma alimentação saudável: “Na minha casa não entra nem extrato de tomate, foi um pico de pressão”, explicou ele, contando que o seu AVC não foi hemorrágico.

Veja:

Pai Anitta

GRATIDÃO

Mais cedo, Mauro Machado surgiu animado durante sua recuperação. Ainda internado em um hospital em São Paulo, ele mostrou bom humor. Com um dreno após passar por cirurgias, ele lembrou a força de Omolu, orixá da cura.

"Sextou! Sextou, São Paulo. Estou em Sampa ainda, treze dias. Essa bomba aqui, bomba de dreno não aguenta mais olhar para a minha cara. Me acordou de madrugada e falou: 'Vai embora para a casa!'. Doutora Ludhmila!", disse ele citando a médica Ludhmila Hajjar, que é responsável por seu tratamento.