Contigo!
Facebook Contigo!Twitter Contigo!Instagram Contigo!Spotify Contigo!
Famosos / PEDIU DESCULPAS

Se arrependeu? Zé Neto volta atrás após detonar Anitta em shows: “Fala infeliz”

Em meio a polêmica com Anitta, Zé Neto volta atrás, se arrepende de discurso e diz que nunca quis ‘incitar o ódio’

Redação Contigo! Publicado em 21/05/2022, às 11h02

Se arrependeu? Zé Neto volta atrás após detonar Anitta em shows - Instagram
Se arrependeu? Zé Neto volta atrás após detonar Anitta em shows - Instagram

O cantor Zé Neto, da dupla com Cristiano, voltou atrás após discursos polêmicos envolvendo a cantora Anitta. Na manhã deste sábado (21), o sertanejo surgiu em uma sequência de vídeos dizendo que nunca teve intenção de incentivar discursos de ódio.

“Praticamente dobrou o número de engajamento, os comentários contra e a favor, mas eu queria dizer uma coisa, nunca, pela vida dos meus filhos, a nossa intenção foi incitar o ódio, a gente se expressou de uma maneira, porque queríamos mostrar o lado de quem vive no agro, na roça”, iniciou ele.

“Jamais quis incitar ódio ao próximo, isso está longe da gente, e eu peço desculpas a quem entendeu errado. Eu queria repreender todo tipo de ódio que está sendo construído por causa de uma expressão errada que eu fiz. Em algumas coisas eu confirmo meu ponto de vista, que realmente, é, e algumas coisas não”, disse ele.

“Acho que a gente é livre para escolher o que quiser, cada um tem o seu ponto de vista, tem gente que está do lado de cá e está vendo como funciona, que vão me apoiar. Cada um tem seu posicionamento e independe disso, a gente está aqui representando música”.

O artista disse ainda que gostaria de encerrar os comentários sobre o assunto: “Me desculpa as pessoas que se sentiram ofendidas, obrigada a quem me apoiou, mas eu não apoio nenhum tipo de ódio”. Zé Neto disse ainda respeitar o talento de Anitta e mandou um recado: “A melhor resposta está aí, é o silêncio”.

Veja:

CUTUCOU

Zé Neto e Anitta estão trocando cutucadas na web há alguns dias. Isso porque o cantor disparou uma crítica à funkeira em dos últimos shows da dupla: "O nosso cachê quem paga é o povo", disse. "A gente não precisa fazer tatuagem no 'toba' pra mostrar se está bem ou mal. A gente simplesmente vem aqui e canta".

Após esse episódio, ele voltou a alfinetar a artista em outro show. O músico interrompeu o "mantra" dos fãs e começou a fazer uma metáfora para cutucar a cantora. "Gente, não precisa. Vamo rezar por essas pessoas e que Deus abra a mente delas e que elas entendam", começou ele, se referindo à funkeira.