Contigo!
Facebook Contigo!Twitter Contigo!Instagram Contigo!
Famosos / MATERNIDADE

Samara Felippo revela que teve depressão pós-parto e se defende: "Joguem os pitacos no lixo"

A atriz relembrou as dificuldades que encarou após dar à luz: "Me separei no puerpério"

Redação Contigo! Publicado em 04/08/2020, às 10h44 - Atualizado às 10h58

Samara Felippo revela que teve depressão pós-parto e se defende na web - Instagram
Samara Felippo revela que teve depressão pós-parto e se defende na web - Instagram

Samara Felippo sempre usa as redes sociais para compartilhar relatos honestos sobre os desafios da vida materna.

Em seu perfil no Instagram na noite desta segunda-feira (3), a atriz, que tem duas filhas — Alícia, de 11 anos, e Lara, de 7 — relatou os problemas que encarou após dar à luz, principalmente no que diz respeito a amamentação. Ela reiterou que as cobranças que as mulheres sofrem no pós-parto são grandes.

"Muito frustrante mergulhar num mundo onde te vendem um pacote e quando você, geralmente sozinha, abre não é nada daquilo que você 'comprou'. Queria ter essa Samara pra conversar comigo na época. Talvez não também, me transformei na mulher que sou hoje por ter vivido minhas experiências. Óbvio. Tive duas amamentações. Alícia até os 8 meses, porque eu quis. Tive mastite, dor e foi assim. Lara até 1 mês. Sim. Alguém aí com certeza julgou! Me separei no puerpério dela e tive depressão pós-parto amena. Meu leite secou, tentei translactação, mas não deu certo", relembrou ela.

Para Samara, cada situação é diferente e cabe a ninguém julgar. "Defendo muito a amamentação, o alimento mais rico pros nossos filhos, mas também passei a respeitar o direito da mulher escolher o tempo que quiser amamentar sem ser apedrejada. A dor dela. Não lhe cabe julgar a realidade que você não vive", disse. "Joguem os pitacos no lixo!"

Recentemente, Samara Felippo fez um desabafo sobre o fim do seu casamento com o atleta Leandrinho.

Em uma entrevista ao Rock Reclame, da rádio Kiss FM, ela contou que não esperava se ver mãe solo das herdeiras. "Meus pais foram casados por 30 anos. Meu pai já morreu há uns bons anos, mas a minha mãe não foi mão solo. Posso dizer que me separar foi um baque, mas existe vida pós-separação. Este é o recado que dou às mulheres", disse ela.

Samara Felippo desabafa sobre depressão pós-parto