Contigo!
Facebook Contigo!Twitter Contigo!Instagram Contigo!
Famosos / INDIGNADA

Revoltada, Samara Felippo condena ataques de ódios na internet após caso do menino Lucas: “País está doente”

Em desabafo nas redes, atriz lamenta dor irreparável da mãe do garoto, a ex-vocalista da Banda Magníficos Walkyria Santos

Redação Contigo! Publicado em 04/08/2021, às 17h13

Revoltada, Samara Felippo condena ataques de ódios na internet após caso do menino Lucas: “País está doente” - Reprodução/Instagram
Revoltada, Samara Felippo condena ataques de ódios na internet após caso do menino Lucas: “País está doente” - Reprodução/Instagram

Samara Felippo mostrou sua indignação pelo caso do menino Lucas em suas redes sociais durante a tarde desta quarta-feira (04).

O filho da ex-vocalista da Banda Magníficos, Walkyria Santos, acabou falecendo de forma trágica após cometer suicídio por ter recebido comentários de ódio nas redes sociais em vídeo com um amigo.

“É tão absurdo... Eu só queria deixar todo o carinho desse mundo para essa mãe que está passando por essa dor inimaginável”, disparou a atriz nos Stories do Instagram.

Ela prosseguiu demonstrando a sua revolta. “E todo o meu repúdio a essa gente pequena que destila ódio, usa a internet para humilhar, massacrar os outros. A homofobia está aí, o racismo está aí e o país está doente”, finalizou.

Mayra Cardi foi uma das famosas que também se comoveu com o caso e não conteve às emoções quando soube do caso.

Nos Stories do Instagram, a empresária desabafa. “Muito triste uma coisa dessas [...]. Eu não sei nem o que falar. Eu não sei onde a gente vai parar”, disse aos prantos.

Ela prosseguiu refletindo sobre o rumo que a humanidade está tomando“Não existe punição, ainda assim se existisse nunca seria o suficiente e não seria o caminho ideal [...]. A gente precisa fazer alguma coisa, a gente precisa refletir, a gente precisa mudar as nossas atitudes para que o mundo não acabe, literalmente. A gente está caminhando cada vez mais para o fim [...]. O mundo está cada vez mais gritando, pedindo socorro, para que a gente mude e a gente está cada vez mais escroto, acabando com a própria raça”, disparou.

PROCURE AJUDA

Se você está se sentindo desesperado e pensando em se machucar, procure ajuda. O CVV - Centro de Valorização à Vida, atende gratuitamente através do telefone 188 e através da internet, no site oficial.