Contigo!
Facebook Contigo!Twitter Contigo!Instagram Contigo!
Famosos / EITA!

Rainer Cadete vence ação judicial contra a Record TV por difamação e leva indenização

No ar em 'Verdades Secretas', ator processou a emissora por difamar sua carreira; veja

Redação Contigo! Publicado em 23/11/2021, às 20h30

Rainner Cadete vence processo contra a Record por danos morais - Reprodução/Instagram
Rainner Cadete vence processo contra a Record por danos morais - Reprodução/Instagram

Após ser alvo de difamação pelo blog da jornalista Fabiola Reipert, o ator Rainer Cadete venceu uma ação de danos morais contra a Record TV. De acordo com a Splash, a decisão foi afirmando nesta quinta-feira (18), do Superior Tribunal de Justiça (STJ). A indenização para o ator foi fixada em R$ 35 mil.

Entre 2014 e 2016, Rainer Cadete alegou ter sido vítima de “campanha difamatória” pela jornalista Fabiola Reipert em seu blog no portal R7.

O processo alega que são "matérias ofensivas, vexatórias que ridicularizam e violam sua intimidade insinuando que o autor é homossexual e que se aproveita disso para construir sua carreira”.

De acordo com a ação, além dessas, outras matérias da jornalista foram publicadas: "foram publicadas com o cunho de humilhar e debochar do autor (Rainer Cadete), sem nenhuma crítica, elogio ou constatação acerca de sua carreira".

Fabiola Reipert publicou em seu blog a respeito do ator de Verdades Secretas, textos insinuando sua carreira: "arrumou uma namorada para aparecer na mídia" e que "ganhou destaque em 'Verdades Secretas' por ser unha e carne com o autor Walcyr Carrasco”.

Procurado pela Splash, o advogad Ricardo Brajterman, disse: "Meu cliente é um artista completo e formidável, que merece respeito como todo e qualquer cidadão. É inadmissível que um portal que se vende como sendo sério e ético, invente e alardeie mentiras para conquistar audiência, difamando pessoas íntegras e de boa reputação."

UAU

O ator Rainer Cadete aproveitou um dia de folga das gravações de Verdades Secretas 2 para curtir uma trilha com ninguém menos que o filhão Pietro Cadete, de 14 anos. O paizão e o herdeiro subiram até a Pedra Bonita, no Rio de Janeiro, e fizeram um registro raríssimo em que aparecem abraçadinhos.