Contigo!
Busca
Facebook Contigo!Twitter Contigo!Instagram Contigo!Youtube Contigo!Tiktok Contigo!Spotify Contigo!
Famosos / COMPLICADO

Que perigo! Filha e mulher de Martinho da Vila são vítimas de assalto no Rio

Cleo e Alegria Ferreira são abordadas por assaltantes no Rio de Janeiro; confira!

Renata Garre

por Renata Garre

rnogueira_colab@caras.com.br

Publicado em 05/06/2024, às 12h30

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Que perigo! Filha e mulher de Martinho da Vila são vítimas de assalto no Rio - Reprodução/Instagram
Que perigo! Filha e mulher de Martinho da Vila são vítimas de assalto no Rio - Reprodução/Instagram

No último sábado (1), a mulher de Martinho da VilaCleo Ferreira, e a filha do cantor, Alegria Ferreira, foram vítimas de assalto na Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro. Na ocasião, as duas estavam no carro e esperavam o sinal verde na avenida das Américas, quando foram abordadas por três homens armados.

A informação foi divulgada pelo g1. De acordo com o site, os criminosos levaram os celulares das famosas, que apesar do susto, passam bem. Vale lembrar que a assessoria do sambista revelou que os assaltantes tiveram acesso à conta conjunta do casal, mas o caso já está sendo resolvido.

FILHO DE MARTINHO DA VILA CHAMA A POLÍCIA APÓS ATAQUES

Em outubro de 2023, o filho do cantor Martinho da Vila, Tunico da Vila expôs que foi alvo de ataques preconceituosos. Ele não deixou barato e chamou a polícia na mesma hora. Nas redes sociais, ele compartilhou um vídeo que registrou o momento do xingamento.

Herdeiro do sambista, Tunico publicou um vídeo ao lado de uma viatura da Polícia Militar do Espírito Santo e explicou o que ocorreu. Ele e a esposa estavam passeando com o porco de estimação quando o homem agiu de maneira grosseira e gritou com a mulher.

"Eu, Tunico da Vila, negro e brasileiro, acabei de sofrer racismo", conta, no vídeo. "Ele falou: 'volta pra favela, que lá o teu lugar'". Na legenda, ele aconselha: "Se sofrer racismo, por mais que você tenha vontade, não agrida e sim, chame a Polícia Militar para que eles façam a parte deles".