Contigo!
Facebook Contigo!Twitter Contigo!Instagram Contigo!Spotify Contigo!
Famosos / BOLHA

Primeira famosa infectada, Gabriela Pugliesi é detonada ao dizer que coronavírus ''estabeleceu igualdade social''

Milionária, Pugliesi disse que o vírus deixou "ricos e pobres no mesmo barco"; leia

Redação CONTIGO! Publicado em 18/03/2020, às 19h21 - Atualizado em 29/06/2020, às 16h34

Gabriela Pugliesi é detonada após "elogiar" coronavírus - Reprodução/Instagram
Gabriela Pugliesi é detonada após "elogiar" coronavírus - Reprodução/Instagram

A primeira famosa brasileira infectada com o coronavírus foi alvo de críticas ao se referir à doença como algo que veio para um bem maior.

Gabriela Pugliesi publicou um texto nesta quarta-feira (18) chamando o novo coronavírus de "algo invisível que chegou e colocou tudo no lugar". O texto interpreta a pandemia como algo que está consertando o mundo.

"Algo invisível chegou e colocou tudo no lugar. De repente os combustíveis baixaram, a poluição baixou, as pessoas passaram a ter tempo, tanto tempo, que nem sabem o que fazer com ele. Os pais estão com os filhos, em família. O trabalho deixou de ser prioritário, as viagens e o lazer também. De repente silenciosamente, voltamo-nos para dentro de nós, para entendermos o valor da palavra solidariedade. Num instante damos conta que estamos todos no mesmo barco, ricos e pobres, que as prateleiras dos supermercados estão vazias e os hospitais cheios e que o dinheiro e os seguros de saúde, que o dinheiro pagava, não têm nenhuma importância, porque os hospitais privados foram os primeiros a fechar", começou a influencer milionária.

Ela prossegue: "As garagens e parques estão parados, igualmente os carros top de linha ou ferro velhos antigos, simplesmente porque ninguém pode sair. Bastaram meia dúzia de dias para que o universo estabelecesse a igualdade social, que se dizia ser impossível novamente. O medo invadiu todos. Que isto sirva para nos darmos conta da vulnerabilidade do ser humano. Não se esqueçam, Bastou meia dúzia de dias".

Ela foi detonada pela falta de conexão com a realidade da maior parte do povo brasileiro. "Bonita reflexão, mas elitista. Falta água, falta dispensa do trabalho, falta oportunidade de fazer o teste, falta dinheiro pra se bancar na quarentena... Falta tanta coisa neste Brasil pra gente chamar de igualdade social, né?", rebateu uma seguidora. Outras concordaram abaixo: "Ela está na bolha dela". Outra foi mais dura: "A vida não é esse mar de rosas, não! Firmas pequenas vão quebrar, comércios vão fechar, por irresponsabilidade e egoísmo de gente com dinheiro que fez viagem ao exterior a lugares infectados, não tomou as devidas precauções e saiu transmitindo esse vírus pra toda população!", detonou.

Vale lembrar que Gabriela acabou contaminada após o casamento da irmã, Marcela Minelli, quando um convidado que teria contraído o vírus nos EUA foi à festa sem nenhuma precaução de segurança e contaminou boa parte dos convidados, incluindo a cantora Preta Gil, que se apresentou na festa.

"Algumas pessoas sabem que eu cantei em um casamento no sábado passado, em Itacaré. Na quarta-feira ficamos sabendo que três dos convidados deram positivo para o Coronavírus. Eu não me preocupei muito, porque eu não tive contato com nenhuma dessas três pessoas", contou Preta, que após saber disso buscou conselho médico: "Ontem, sexta-feira, não pude participar de uma campanha que eu ia fazer e agora de manhã saiu o resultado do exame: eu estou com coronavírus. Fui diagnosticada. Eu imagino que peguei de uma outra pessoa que já pegou dessas três pessoas. Tô aqui me cuidando", concluiu.

Veja:

Gabriela Pugliesi escreve sobre coronavírus

Seguidores detonam Gabriela Pugliesi