Contigo!
Busca
Facebook Contigo!Twitter Contigo!Instagram Contigo!Youtube Contigo!Tiktok Contigo!Spotify Contigo!
Famosos / EMOCIONADA

Pocah revela relacionamento abusivo e chora ao vivo: “Fui uma que conseguiu sobreviver”

Aos 25 anos, funkeira abre o coração e fala sobre as consequências que vive até hoje e o descaso com vítimas que sofrem abuso

Redação Contigo! Publicado em 23/06/2020, às 08h19 - Atualizado em 06/07/2020, às 19h37

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Pocah revela relacionamento abusivo e chora ao vivo - Reprodução/Instagram
Pocah revela relacionamento abusivo e chora ao vivo - Reprodução/Instagram

Em recente entrevista para a Revista Quem, a funkeira Pocah fez algumas revelações em transmissão ao vivo, entre elas, que sofreu um relacionamento abusivo no passados e que carrega consequências disso até hoje em sua vida.

No bate-papo virtual, Pocah contou ao veículo que recebe muitas mensagens de fãs que estão sofrendo com relações tóxicas e nesta quarentena o número de casos se abusos aumentaram. Ela falou que as pessoas têm muito medo de falar e denunciar, mas que entende porque ela também teve medo.

Segundo a funkeira, o temor é uma barreira forte a ser superada, mas que o menosprezo da sociedade e autoridades muitas vezes são mais empecilhos para a vítima:

"Já vi muitos casos de pessoas que enfim denunciaram e, infelizmente, não deu em nada. Peço muito para que as pessoas olhem com mais carinho. São seres humanos que sofrem dentro de casa. Queria muito que olhassem com mais carinho para essas causas, das mulheres e da causa LGBTQI+, porque são pessoas que sofrem demais. Isso [o abuso] tem que acabar", disse.

Pocah, bastante emocionada abriu o coração e contou que suas cicatrizes emocionais permaneceram após ter vivido um relacionamento abusivo: "Quando penso no que eu passei, penso também que tem outras pessoas passando igual. Eu fui uma que conseguiu sobreviver”.

Em seguida, Pocahcontou que muitas vezes se sentiu sozinha, mas recebeu o apoio de sua família:

"Tudo que foi tirado à força de mim eu consegui reconquistar. Muitas vezes, me senti sozinha, achei que estava perdida. Recomecei do zero com apoio da minha família. Não foi fácil. Se eu disser para você que não me dói mais, é mentira”.

Receba o melhor do nosso conteúdo em seu e-mail

Cadastre-se, é grátis!