Contigo!
Facebook Contigo!Twitter Contigo!Instagram Contigo!
Famosos / DESABAFO

Pâmella Holanda esclarece que áudios vazados são tentativa de queimá-la: "Contra fatos não há argumentos"

Ela deu sua versão sobre a briga gravada pelo marido e revela ligação do advogado de DJ Ivis; veja

Redação Contigo! Publicado em 23/07/2021, às 11h15

Pâmella Holanda esclarece que áudios vazados são tentativa de queimá-la: "Contra fatos não há argumentos" - Reprodução/Instagram
Pâmella Holanda esclarece que áudios vazados são tentativa de queimá-la: "Contra fatos não há argumentos" - Reprodução/Instagram

A estudante Pâmella Holanda desabafou nas redes sociais nesta sexta-feira (23) ao falar abertamente sobre os áudios que vazaram nas redes sociais que mostram brigas com DJ Ivis.

"Eu sempre soube que algumas coisas que estão sendo veiculadas iam ser usadas contra mim e era uma das razões que eu tinha medo de me separar do Ivis", disse.

Ela contou que recebeu uma ligação do advogado do ex-marido que leu uma carta com declarações do cantor. 

"Ele me ligou, eu estava dando a janta da Mel (filha) e ouvindo. No final da carta, ele pede desculpa. E o advogado me perguntando o que eu achava daquilo em todo momento. A única coisa que eu disse é que, de verdade, não queria que tivesse chegado nesse extremo a vida dele (...) Não me sensibilizei porque já sabia que eles iam fazer isso", contou.

Sobre os áudios, ela disse que sabia que as mensagens seriam "vazadas".

"Ontem, foram, supostamente, vazados áudios de brigas minhas com o Ivis. Eu sempre soube e sempre tive conhecimento desses áudios porque ele sempre gravava todas as nossas brigas. Ele produzia defesa para ele mesmo, porque ele sabia que estava errado e sabia que ia ser desacreditado, descredibilizado, em vista do que fazia comigo, porque contra fatos não há argumentos, contra imagens também não", declarou ela que não teme julgamentos.

Segundo ela, a denúncia é robusta e ela também tem provas de tudo o que ocorreu.

"Tem as imagens dele me ameaçando com a faca, tem gravações e áudios dele falando que vai mandar me matar, que já estava há um ano planejando para se separar de mim... Eu sempre soube que a defesa dele ia usar essa estratégia, esses áudios, de novo, supostamente vazados, porque não tem como ser vazado se são gravações feitas pelo celular pessoal dele, que deve estar em poder de alguém, de algum deles (advogados) creio eu", completou.

Mais cedo, a equipe jurídica da estudante já havia afirmado que os áudios estão "fora de contexto".

“Colocam fora de contexto e é obvio que ele [Ivis], sabendo que estava sendo gravado tudo por ele mesmo, age como quer de modo a parecer que é a vítima”, disseram à coluna de Leo Dias, no Metrópoles.