Contigo!
Facebook Contigo!Twitter Contigo!Instagram Contigo!Spotify Contigo!
Famosos / NA JUSTIÇA

Pabllo Vittar é processada após grave acusação e pode pagar multa de R$ 1 milhão

Pabllo Vittar é processada por suposto plágio em uma de suas músicas e poderá pagar uma multa que chega a R$ 1 milhão

Redação Contigo! Publicado em 03/08/2022, às 16h35

Pabllo Vittar está sendo processada por um suposto plágio em uma de suas músicas - Reprodução/Instagram
Pabllo Vittar está sendo processada por um suposto plágio em uma de suas músicas - Reprodução/Instagram

Pabllo Vittar está sendo processada por plágio e poderá pagar uma multa salgada que pode chegar a R$ 1 milhão. A drag queen mais seguida do mundo é alvo de um processo pela música Ama, Sofre, Chora, do álbum Batidão Tropical, lançado no ano passado.

De acordo com informações da colunista Fábia Oliveira, do portal Em Off, o compositor Herlomm Dioslydos Reis Silva resolveu entrar com uma ação de indenização por danos morais e materiais, alegando que o hit seja uma plágio de sua canção Amar, Sofrer, Chorar.

Além da artista, a Sony Music, gravadora responsável pelo lançamento, e os compositores Arthur Pampolin Gomes, Arthur Simões Magno Marques, Guilherme Santos Pereira, Pablo Luiz Bispo e Rodrigo Pereira Vilela dos Santos também são citados no pedido inicial da ação.

Em suma, Herlomm aponta ter registrado a melodia de sua música no dia 13 de junho de 2019, enquanto publicou o clipe no YouTube no dia primeiro de outubro de 2020. Até o momento a artista não se manifestou sobre a acusação.

De acordo com o colunista Lucas Pasin, do Splash UOL, que teve acesso ao processo na íntegra, o valor da ação pode chegar na casa dos milhões, já que o rapaz pede, além dos danos materiais, no valor de tudo que a música lucrou, uma indenização de danos morais dez vezes maior que os materiais.

Segundo a argumentação do processo, Pabllo Vittar publicou a cópia no dia 8 de janeiro de 2021, e ele, ao ouvir a música, "identificou trechos com o mesmo sentido da composição original, de sua autoria, não só no título e melodia, estes praticamente idênticos, como também, no sentido literário, pois ambas falam de amor não correspondido, onde uma pessoa ama outra que a ignora".

ATUALIZAÇÃO

A assessoria jurídica da cantora se pronunciou em um comunicado enviado à imprensa. Leia abaixo a nota na íntegra:

A equipe da artista Pabllo Vittar vem, através deste comunicado, informar que tomou conhecimento pela mídia digital, que existe uma acusação de plágio referente à obra “Ama Sofre Chora”, de Autoria de Rodrigo Gorky, Pablo Bispo, Arthur Marques, Arthur Pampolin Gomes e Guilherme dos Santos Pereira.

Em que pese não tenha recebido nenhuma notificação ou citação até o presente momento, a Artista, através de sua equipe, examinou a gravação da obra alegadamente plagiada e verificou que não existe nenhuma hipótese de ocorrência de plágio, visto que as obras musicais são totalmente distintas, nada existindo que possa, minimamente, levar a essa conclusão.

Neste sentido, este comunicado serve para esclarecer que a artista Pabllo Vittar não cometeu nenhum tipo de violação a direito autoral e não compactua com a apropriação indevida de qualquer espécie de propriedade intelectual.

Trata-se de evidente acusação leviana, sem qualquer fundamento, a qual será devidamente contestada no momento oportuno.

OUSADA

Pabllo Vittar subiu a temperatura nas redes sociais ao publicar uma foto pra lá de ousada nos stories de seu Instagram. Mostrando estar com a academia em dia, a drag queen mais seguida do mundo deu detalhes de seu bumbum GG e não passou despercebida.

A cantora publicou um clique mostrando estar usando apenas uma calcinha fio-dental, que chegou a sumir em meio às nádegas gigantes, além de um moletom verde musgo que havia levantado para tirar a foto.