Contigo!
Facebook Contigo!Twitter Contigo!Instagram Contigo!Spotify Contigo!
Famosos / SAÚDE

Na UTI, Conrado apresenta evolução em estado clínico: "Melhora progressiva"

Internado após acidente grave de ônibus, Conrado apresenta evolução em estado clínico; veja

Redação Contigo! Publicado em 10/05/2022, às 18h42

Na UTI, Conrado apresenta evolução em estado clínico: "Melhora progressiva" - Reprodução/Instagram
Na UTI, Conrado apresenta evolução em estado clínico: "Melhora progressiva" - Reprodução/Instagram

O cantor João Vitor Moreira Soares, conhecido publicamente como Conrado, teve uma melhora em seu quadro de saúde nesta terça-feira (10). O sertanejo está internado na UTI do Hospital Regional de Registro após sofrer um grave acidente de ônibus com sua dupla Aleksandro, que não resistiu. 

Nesta tarde, a assessoria de imprensa do cantor divulgou o novo boletim médico informando que Conrado evoluiu e está apresentando melhora na função renal. 

"Informamos que o paciente João Vitor Moreira Soares permanece internado no Hospital Regional de Registro, na Unidade de Terapia Intensiva. Apresenta evolução com estabilidade do quadro clínico e melhora progressiva da função fenal. Reafirmamos a ausência da necessidade de novas intervenções cirúrgicas neste momento", diz o informativo. 

O boletim também trouxe informações sobre outro membro da equipe, que também está na UTI, Júlio Cesar Bigoli Lopes: "Função pulmonar ainda comprometida, mas com melhora da função renal. Ambos os pacientes permanecem sem previsão de alta neste momento".

CASO CONRADO E ALEKSANDRO

A equipe responsável pela carreira da dupla Conrado e Aleksandro emitiu uma nota nesta terça-feira (10) em que se pronuncia sobre o vídeo em que o ônibus no qual a dupla estava aparece em alta velocidade momentos antes do acidente que vitimou seis pessoas.

Em nota enviada à imprensa, a Singular Produções Artísticas disse que o tem conhecimento da gravação. Eles, porém, questionam detalhes do vídeo. 

"As imagens não condizem com o momento do acidente e, principalmente, não comprovam a velocidade do veículo no momento e, tão pouco, com o local da colisão. Estes fatos serão esclarecidos pela perícia, já que há uma série de informações contraditórias sendo veiculadas e todos os dados referentes a vídeos e ao acidente em si estão sendo investigados e periciados", esclarecem.

Veja: