Contigo!
Busca
Facebook Contigo!Twitter Contigo!Instagram Contigo!Youtube Contigo!Tiktok Contigo!Spotify Contigo!
Famosos / LUTO!

Morre o narrador esportivo Silvio Luiz, aos 89 anos; confira a causa da morte

Uma das principais vozes do esporte brasileiro, narrador Silvio Luiz morre em hospital de São Paulo; confira!

Renata Garre

por Renata Garre

rnogueira_colab@caras.com.br

Publicado em 16/05/2024, às 10h58

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Morre o narrador esportivo Silvio Luiz, aos 89 anos; confira a causa da morte - Reprodução/RedeTV!
Morre o narrador esportivo Silvio Luiz, aos 89 anos; confira a causa da morte - Reprodução/RedeTV!

Os fãs do esporte brasileiro iniciaram a quinta-feira (16) com uma triste notícia! É que o locutor esportivo Silvio Luiz morreu aos 89 anos no hospital Oswaldo Cruz, em São Paulo, onde estava internado desde o dia 8.

Em decorrência de uma falência de múltiplos órgãos, o famoso deixa a esposa, a cantora Márcia, com quem era casado desde 1989, e três filhos: Alexandre, Andréa e André. Além de brilhar na locução e se tornar um dos maiores locutores do país, vale ressaltar que Silvio fez sucesso como ator em duas novelas, Éramos Seis e Cela da Morte, onde atuou ao lado da irmã.

Ao longo da carreira, Silvio foi árbitro de futebol entre o fim da década de 1960 e início dos anos 1970. No jornalismo, foi diretor de programação da Record e esteve em várias outras emissoras, como a rádio Bandeirantes, TV Excelsior, SBT, TV Paulista, entre outras. 

Ele também participou de diversas Copas do Mundo. Seu último trabalho na TV foi no canal de Edir Macedo, onde comandou uma transmissão alternativa dos jogos do Campeonato Paulista com os humoristas Carioca e Bola.

Durante uma partida entre Palmeiras e Santos que ocorreu neste ano, ele passou mal, foi levado às pressas para o hospital e ficou internado por quase um mês. Depois, Silvio Luiz chegou a receber alta, mas precisou retornar à unidade hospitalar onde faleceu.

IDOSO MORRE APÓS ATAQUE BRUTAL DE PITBULL

O idoso Jamiro Coelho Ferreira, de 77 anos, morreu após ser atacado por uma cadela da raça pitbull no último sábado (11). O senhor havia sido contratado para trabalhar em uma fazenda no distrito de Raposo, em Itaperuna, interior do Rio, onde também estava responsável por alimentar o animal. 

De acordo com familiares de Jamiro, ele havia começado a trabalhar no local há uma semana. Por volta das 6h de sábado, outro funcionário viu o ataque e tentou salvar o homem com a ajuda de um vizinho, que também ouviu os gritos e tentou ajudar. Os dois conseguiram intervir e prender a cachorra no canil, mas Jamiro ficou muito ferido. 

O animal rasgou sua roupa, arrancou sua orelha, além de machucar o rosto e pescoço da vítima. Jamiro foi levado ao posto médico municipal de Raposo, precisou ser transferido para o Hospital São José do Avaí, em Itaperuna, mas não resistiu aos ferimentos.