Contigo!
Facebook Contigo!Twitter Contigo!Instagram Contigo!Spotify Contigo!
Famosos / LUTO!

Morre aos 96 anos o sambista Nelson Sargento, presidente de honra e baluarte da Mangueira

Base do samba carioca, ele foi diagnosticado com a Covid-19 na última sexta-feira (21) e não resistiu às complicações

Redação CONTIGO! Publicado em 27/05/2021, às 11h40

Morre aos 96 anos sambista Nelson Sargento - Arquivo Pessoal / Miro
Morre aos 96 anos sambista Nelson Sargento - Arquivo Pessoal / Miro

Morreu nesta quinta-feira (27) aos 96 anos o sambista Nelson Sargento

Ele não resistiu após ser vítima de complicações causadas pela Covid-19.

A assessoria do presidente de honra da escola de samba Estação Primeira de Mangueira informou que ele faleceu às 10h45 no Instituto Nacional do Câncer (INCA).

Sargento havia sido diagnosticado na última sexta-feira (21) com a Covid-19 e também sofria sequelas de um câncer na próstata, de anos atrás.

O cantor marcou seu nome no samba com sucessos como Agoniza, Mas Não Morre e Encanto da Paisagem. Integrante da ala de compositores da Mangueira, ele compôs um dos mais belos sambas-enredo de todos os tempos: Cântico à Natureza, que a escola levou para a avenida em 1955.

Ele ainda escreveu dois livros e também atuou no cinema. Ícone do samba, era um dos pilares vivos da escola que teve nomes como Cartola, Carlos Cachaça, Jamelão e Delegado.

LUTANDO CONTRA A COVID-19

Um dos destaques do programa Encontro, o poeta Bráulio Bessa  segue internado com complicações causadas pela Covid-19 em um hospital em Fortaleza, capital do Ceará.

Segundo um comunicado enviado à imprensa nesta quarta-feira (25), o estado de saúde do poeta inspirava cuidados, mas apresentou uma melhora.