Contigo!
Facebook Contigo!Twitter Contigo!Instagram Contigo!Spotify Contigo!
Famosos / DESABAFO

Marcos Oliveira relata dificuldades financeira em tempo de pandemia: ''Não sei se é bom morrer ou continuar''

Imortalizado como o Beiçola de A Grande Família, ator reapareceu para fazer desabafo sincero

Redação Contigo! Publicado em 27/05/2020, às 16h14 - Atualizado em 25/06/2020, às 23h14

Marcos Oliveira faz desabafo contundente sobre a pandemia: ''Não sei se é bom morrer ou continuar'' - Reprodução
Marcos Oliveira faz desabafo contundente sobre a pandemia: ''Não sei se é bom morrer ou continuar'' - Reprodução

O ator Marcos Oliveira, imortalizado como o Beiçola do seriado A Grande Família, comoveu os fãs com um desabafo contundente.

Sem trabalho e preso em casa, ele conta que tenta ocupar a mente em meio à pandemia. As declarações foram para o site Notícias da TV, do portal UOL.

"Só saio pra ir ao mercado, fico em casa brincando de casinha, que é uma coisa insuportável. Tento fazer alguma coisa, mas a criatividade fica meio abalada, não consigo fazer nada, escrever nada. E só, é ficar vendo televisão, jornalismo. É uma [sensação de] insegurança geral, não sei quando vai acabar. Não sei se é bom morrer ou continuar nessa pandemia, entendeu?", ele confessa

Na entrevista, ele também conta que o valor do aluguel foi reduzido e que ele espera convite para novos trabalhos.

No ano passado, o ator já havia relatado dificuldades financeiras.

"Quero ir para algum lugar em que o aluguel seja mais barato. Tenho que pagar uma conta de luz de R$ 250 na semana que vem senão vão cortar o fornecimento", contou Marcos. Fato pouco divulgado, o ator recebe um pagamento proveniente das reprises de A Grande Família, mas o valor não é muito expressivo. "Quando depositam, é R$ 600, no máximo".