Contigo!
Facebook Contigo!Twitter Contigo!Instagram Contigo!
Famosos / TV

Marcela Mc Gowan fala sobre machismo no ambiente de trabalho: ''Patriarcado que lute''

Médica critica artigo que diz que médicas não devem compartilhar cliques de biquíni

Redação Contigo! Publicado em 30/07/2020, às 18h23 - Atualizado às 18h24

Marcela fala sobre machismo no trabalho - Instagram
Marcela fala sobre machismo no trabalho - Instagram

A ex-BBB Marcela Mc Gowan usou as redes sociais nesta quinta-feira (30) para falar sobre um assunto que se tornou polêmico nos últimos dias: um artigo feito por médicos que qualificava a ação de mulheres médicas compartilharem fotos de biquíni como “conduta inadequada”.

Com cliques onde aparece usando biquínis, roupas de carnaval e outros que aparece exercendo sua profissão em partos e salas cirúrgicas, a médica deu uma verdadeira aula sobre machismo.

“Meu #tbt de hoje vai em apoio ao #medbikini. Movimento lançado em protesto à um artigo científico, divulgado em uma revista médica renomada onde um grupo de médicos classificou como “conduta inadequada” mulheres médicas postarem fotos de biquíni em suas redes sociais. Pois bem, em 2020 e o sexismo ainda existe em todas as profissões. Primeiro ponto é óbvio: o tamanho ou quantidade de roupa nunca deve ser usado como medidor moral ou de profissionalismo. Em segundo lugar, médicas são pessoas normais, com vidas pessoais, amigos, famílias, que festam, se divertem e, pasmem, usam biquíni!”, iniciou ela.
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
A ex-sister terminou o relato dizendo que roupas não mudam sua capacidade profissional: “Já passei 10 horas em cirurgia e outras 10 pulando carnaval. Já fiz nove partos em uma noite e provavelmente tomei nove drinks em alguma outra. Uso jaleco, roupa cirúrgica, máscara, crocs, mas também uso biquíni, decote, saia curta e nada disso muda minha capacidade profissional! Patriarcado que lute! Vai ter médica de biquíni sim!.

BBB:

Recentemente, Marcela relembrou sua participação noBig Brother Brasil. Em vídeo, a loira contou que acreditava que não se daria bem com Gizelly Bicalho, com quem desenvolveu uma grande amizade.

"A Gi, eu achei que eu não ia me dar bem, a hora que eu ouvi ela falar que era ativista dos Direitos Humanos foi quando percebi que íamos ter uma super amizade, mas não imaginei que seria tão intenso", afirmou.

Veja: