Contigo!
Facebook Contigo!Twitter Contigo!Instagram Contigo!
Famosos / DESABAFO

Mãe de Luciano Huck abre o coração e relembra descoberta da homossexualidade do filho: "Chorei muito"

Em raríssima aparição, Marta Grostein contou em entrevista como foi o momento inesperado que viveu

Redação Contigo! Publicado em 16/06/2020, às 10h05 - Atualizado em 25/06/2020, às 23h14

Mãe de Luciano Huck relembra quando descobrir homossexualidade do filho: "Chorei muito" - Reprodução
Mãe de Luciano Huck relembra quando descobrir homossexualidade do filho: "Chorei muito" - Reprodução

Cineasta e influenciador, Fernando Grostein, irmão de Luciano Huck, recebeu a mãe em uma transmissão ao vivo nas redes sociais e acabou protagonizando um momento emocionante.

Na conversa, Marta Grostein abriu o coração ao relembrar quando descobriu a homossexualidade do filho durante um jantar em família.

"Começamos a jantar e lá pelas tantas você falou: 'mãe, eu sou gay'. Essa revelação foi muito inesperada para mim, me pegou de surpresa, desprevenida, algo que nunca tinha passado pela minha cabeça. Imediatamente muitos fantasmas vieram à minha mente, e eu comecei a chorar. Foi a minha reação instantânea. Tudo me dava medo, um medo do que você podia sofrer na vida, do que podia te acontecer, das dificuldades que você podia passar...", relatou.

Marta contou que as palavras escolhidas por Fernando naquele momento foram importantes. 

"Me lembro muito de você dizer que não queria ser excluído do convívio das pessoas que ama. Acho que essa tua fala foi muito forte para nós".

Durante a conversa, a urbanista fez questão de dizer que a relação do cineasta com a família nunca foi abalada e que sua descoberta acabou se tornando um aprendizado para toda a família. 

"Em momento algum, a tua família te deixou de lado, pelo contrário, você continua sempre a pessoa maravilhosa, verdadeira e afetuosa que é. Não vou dizer que tudo foi fácil, porque foram muitas novidades ao mesmo tempo, e eu fui aprendendo, passei a ver as coisas com outros olhos. Eu deduzo que a gente tem que estar aberto na vida para aprender e crescer. E todo o processo de crescimento é dolorido, mas aprendemos muito nesse processo. A única forma de você vencer preconceito é enfrentar a verdade e aceitar os processos de transformações que os filhos têm".

Ao fim, a mãe de Huck ainda avaliou o aprendizado. "Mas depois que tudo é absorvido, tudo se torna muito normal. Todos esses fantasmas viram nada. Não foi um caminho fácil nem para você nem pra gente. Mas não quer dizer que não foi bom".