Contigo!
Facebook Contigo!Twitter Contigo!Instagram Contigo!
Famosos / TRISTEZA

Mãe de cantor gospel é espancada até a morte na porta de igreja evangélica

Ela foi agredida com pauladas; idosa chegou a ser socorrida pelo Corpo de Bombeiros, mas não resistiu; caso gerou revolta

Redação Contigo! Publicado em 14/01/2022, às 12h01

Mãe de cantor gospel é espancada até a morte na porta de igreja evangélica - Reprodução/TV Globo
Mãe de cantor gospel é espancada até a morte na porta de igreja evangélica - Reprodução/TV Globo

Morreu nesta sexta-feira (14), a mãe do cantor gospel Delino Marçal. Ela foi assassinada em frente a uma Igreja Evangélica em Goiânia, capital de Goiás. O caso deixou em choque a população local que está em busca de explicações.

Segundo informações do G1, ela foi espancada por um rapaz que estava com uma barra de ferro. Ele também estaria sem roupas no momento do crime. Com 22 anos, ele foi preso em flagrante pela Policial Militar que foi rapidamente ao local do crime. 

Chamada Odete Rosalina Machado da Costa, a idosa tinha 82 anos e era pastora na igreja. Ela ia todas as manhãs fazer orações no local. Ela chegou a ser atendida pelo Corpo de Bombeiros, mas não resistiu aos ferimentos. 

"O autor teria se envolvido em uma briga com parentes e logo após saiu para rua. Ele entrou na igreja e iniciou uma briga com um homem. Logo em seguida, teria acertado a vítima com vários golpes usando um objeto de metal", diz um dos trechos do boletim de ocorrência. O caso ainda é investigado.

POLÊMICA

Na última quinta-feira (14), o cantor Saulo Ponciocausou alvoroço nas redes sociais após ser flagrado curtindo uma noitada em uma balada no Rio de Janeiro. Após o término com a influenciadora Gabi Brandt, parece que o artista resolveu aproveitar a solteirice.

Em um vídeo divulgado pela página Gossip do Dia, é possível ver o rapaz na pista da boate carioca ao som de Mete a Louca, do cantor MC Rogerinho. Acontece que os internautas se lembraram de um detalhe curioso: até então, ele era pastor.

"Ele não era pastor?", questionou uma seguidora. "É só o casamento acabar que o caráter e as crenças mudam, também?", disparou outra. Já uma terceira reforçou: "Ninguém segura a máscara por muito tempo".