Luciano Huck defende Neymar após suposto ato de racismo: ''Orgulho do Brasil''

O jogador teria sido chamado de “macaco” pelo adversário durante um jogo no último domingo (13)

Redação Contigo! Publicado segunda 14 setembro, 2020

O jogador teria sido chamado de “macaco” pelo adversário durante um jogo no último domingo (13)
Luciano Huck defende Neymar após suposto ato de racismo - Reprodução/Instagram

Luciano Huck utilizou suas redes sociais para se pronunciar sobre o suposto caso de racismo contra Neymar durante o último jogo do PSG.

Em seu feed no Instagram, o apresentador disse que o craque é orgulho do Brasil e atacou o jogador que fez o ato racista. 

"Neymar é orgulho do Brasil. Um dos melhores do mundo. Um cara especial. Não tem racista nesse mundo que possa apagar seu talento, irmão. E nem o de ninguém. Racismo é crime! E a cada dia eu tento aprender um pouco mais sobre como ser um aliado na luta antirrascista", escreveu ele.

De acordo com craque do PSG o jogador adversário teria o chamado de “macaco” seguido de um xingamento durante o jogo. Neymar acabou revidando a ofensa racista dando um tapa na cabeça do zagueiro espanhol e foi punido, sendo expulso da partida.

TAMBÉM SE PRONUNCIOU

Rafaella Santos defendeu o irmão, Neymar Jr., em seu perfil nas redes sociais após o craque ter sofrido suposto ato de racismo na partida entre PSG e Olympique de Mardelha.A irmã de Neymar Jr., por sua vez, não se manteve calada e desabafou:"

Vitórias e derrotas a gente aprendeu a lidar com o Juninho desde que ele é muito novinho, eu mais ainda, porque sou mais nova do que ele. Ele me ensinou que faz parte! Cresci assim, entre choros de derrotas e lágrimas das vitórias. Isso, mesmo eu ficando nervosa nos jogos, entendo que é o esporte. Aprendemos em todas as ocasiões, mas com racismo não!”.

Ela continuou e, na sequência, condenou:

Isso não existe consolo, não existe lágrima, existe revolta e desespero. Sentimento de frustração, de ver o que é feito e sem punição. Dia após dia fatos como esse de hoje, que ocorreu com meu irmão, ocorrem na vida e no esporte. E esses criminosos seguem aí, sem punição, rindo e debochando de seus crimes. Racismo é crime! Racismo não. Até quando".

 

Último acesso: 02 Dec 2020 - 03:03:47 (1123897).