Contigo!
Facebook Contigo!Twitter Contigo!Instagram Contigo!
Famosos / CORPO NEGRO

Luane Dias desabafa sobre autoaceitação: ''Por muito tempo odiei meu corpo''

Negra, influenciadora abriu o coração ao falar sobre a luta para aceitar o próprio corpo

Redação Contigo! Publicado em 02/06/2020, às 13h51 - Atualizado em 25/06/2020, às 23h14

Luane Dias ostenta corpo escultural e desabafa sobre autoaceitação: ''Por muito tempo odiei meu corpo'' - Reprodução/Instagram
Luane Dias ostenta corpo escultural e desabafa sobre autoaceitação: ''Por muito tempo odiei meu corpo'' - Reprodução/Instagram

Nesta terça-feira (2), Luane Dias posou só de biquíni nas redes sociais e aproveitou para falar sobre seu corpo.

A influenciadora confessou que travou uma batalha grande para conseguir sua autoaceitação e autoestima.

"Por muito tempo odiei meu corpo, eu era magra demais e riam disso, mas e se eu fosse gorda demais? Também não seria suficiente, não é mesmo? Fomos ensinadas a nos amar apenas se estivéssemos dentro de um padrão de beleza quase que impossível e bem próximo à perfeição, quanto mais perfeita melhor", disse ela.

Hoje, a musa se arrepende de ter deixado de fazer coisas devido à sua insegurança: "Eu peço desculpas a mim mesma por todas as vezes que entrei na nóia e deixei de ir à praia, pois tinha vergonha de tirar o short e todo mundo ver que eu tinha estrias. Peço desculpas ao meu corpo por inúmeras vezes que empurrei comida até passar mal, pois me instruíram que se eu quisesse ganhar peso eu teria que comer mesmo que sem vontade. Quero pedir desculpas por toda vez que tentei escondê-lo em roupas mais largas para parecer mais cheinha e evitar que perguntassem se eu estava doente".

Por fim, Luane mandou uma dica aos seguidores. "Seu corpo é seu templo, cuide bem dele, ele é sua casa e cada casa tem uma história. Tá tudo bem não ter uma barriga chapada, tá tudo bem ter estrias, celulite, culotes. E está tudo bem, também, fazer aquela cirurgia plástica dos sonhos, desde que você faça porque você quer melhorar seu templo, e não porque as pessoas acham", finalizou.

Veja: