Contigo!
Facebook Contigo!Twitter Contigo!Instagram Contigo!
Famosos / DESABAFO

Lembra dela? Joana Prado faz relato sem filtros da época em que foi a Feiticeira: "Chorei, amadureci"

20 anos depois de se tornar uma das musas do Brasil, ela olha com carinho para o passado e revela fé em Deus

Redação Contigo! Publicado em 26/10/2021, às 15h17

Lembra dela? Joana Prado faz relato sem filtros da época em que foi a Feiticeira: "Chorei, amadureci" - Reprodução/Instagram
Lembra dela? Joana Prado faz relato sem filtros da época em que foi a Feiticeira: "Chorei, amadureci" - Reprodução/Instagram

A modelo Joana Prado relembrou em uma conversa franca com os fãs o momento em que foi revelada para o grande público. Nos anos 2000, ela interpretou a personagem Feiticeira e virou sex symbol.

"As pessoas me perguntam se eu fico brava quando alguém me pergunta sobre minha fase de Feiticeira. Não, eu não fico brava. Eu falo da Feiticeira super na boa, porque foi um momento, para mim, muito difícil", disse.

A esposa de Vitor Belfort, que hoje mora nos Estados Unidos, contou detalhes do início de sua trajetória.

"Eu fazia faculdade de Administração de empresas com ênfase em comércio exterior e modelava. Na época, quando eu comecei a personagem, eu tive que trancar minha faculdade e fazer um curso de teatro com um professor que me ajudou a construir a personagem. Foi a pessoa que abriu meus olhos e falou: 'Joana, não adianta você entrar cheio de poder, vestindo um micro biquíni. Vamos construir a personagem'".

Ela hoje tem um olhar carinhoso sobre o passado. Ela contou que inclusive conversa com os filhos, mostra fotos e lembra com orgulho dos seus "atributos". 

"Preparei muito bem o meu psicólogo. Sofri, chorei, mas me diverti muito na época da Feiticeira. Eu cresci, amadureci, mostro foto para os meus filhos. Falo, principalmente para as minha meninas: olha o bumbum da mamãe, quem me dera ter um bumbum assim hoje em dia, mas com 45 anos é mais difícil (risos)".

Ao fim, ela disse que embora não sinta nada de ruim sobre o passado, essa fase passou.

"Enfim, não tenho problema nenhum, nenhum mesmo. Só acho que eu tenho coisas muito mais interessantes para falar e dividir com vocês. Hoje estou numa fase muito bacana: tenho três filhos maravilhosos, um marido abençoado, tenho Jesus no meu coração, que é o mestre da minha vida, e que tudo que eu faço é baseado nos princípios bíblicos. Não sou perfeita e estou longe de ser. Erro todos os dias, peço perdão a Deus todos os dias, mas sigo o caminho de Cristo. Eu administro vários negócios aqui nos EUA e alguns nos Brasil. Então, gente, quer falar de Feiticeira, falo na boa, mas eu tenho muito mais coisas interessantes para dividir com vocês".

FAMÍLIA

Ícone dos anos 2000, a musa dividiu com os fãs uma preocupação. É que o seu filho mais  velho, Davi Prado, deu entrada no processo para fazer seu processo de habilitação como motorista.

Nos Estados Unidos, a idade mínima para dirigir em alguns estados é 16 anos, idade do rapaz.

"Eu ainda acho que é muito cedo para essas crianças estarem dirigindo nesse país. Com 15 anos, pode dirigir. Com 16 pode pegar a carteira de motorista. Davi é maduro, um motorista cuidadoso. Vamos ver se ele passa no teste. Eu poderia ficar com ele dentro do carro, mas achei melhor ficar fora... Posso deixar ele nervoso (risos)", disse Joana.