Contigo!
Facebook Contigo!Twitter Contigo!Instagram Contigo!
Famosos / Acabou

Kéfera Buchmann vai às lágrimas ao anunciar fim do canal: "Começou a me fazer mal"

Atriz decidiu encerrar o canal de sucesso e se emocionou ao explicar; veja

Redação CONTIGO! Publicado em 25/07/2020, às 15h36 - Atualizado às 15h38

Kéfera Buchmann vai às lágrimas ao anunciar fim do canal - Reprodução/YouTube
Kéfera Buchmann vai às lágrimas ao anunciar fim do canal - Reprodução/YouTube

Kéfera Buchmann encerrou uma fase de sua carreira neste sábado (25).

A atriz e influenciadora publicou um novo vídeo em seu canal no YouTube, que não atualizava desde 2019. A filmagem de mais de 16 minutos veio para anunciar o fim do canal 5 Minutos, que alavancou a carreira dela e tem mais de 10 milhões de inscritos.

Ela decidiu anunciar o fim do canal na data em que ele completa 10 anos. "Dez anos é muito tempo. Nesses dez anos eu vi, ouvi e li muita coisa ao meu respeito. E é complicado quando as pessoas dão a opinião delas sobre você e não te conhecem a fundo. Tudo o que eu postei aqui nesses dez anos foi uma parcela de mim, e muitos dos vídeos que tem aqui já não me representam mais de forma alguma", afirmou.

Kéfera analisa: "Eu tentei agradar ao público tentando ser quem eu não era mais e fazendo vídeos de assuntos que eu não queria mais. O que eu propus de novo tiveram relutância. Eu não tive mais saco para aguentar gente reclamando das minhas mudanças. Meu sonho sempre foi atuar, e ainda é". E desabafou: "Parecia que nunca estava bom, nunca estava suficiente. As pessoas nunca estavam satisfeitas com quem eu era. E isso começou a me fazer mal. Meu saco encheu".

A atriz decidiu fazer o vídeo para dar um final de fato a essa fase: "No meu último vídeo, eu não me despedi e agradeci dessa forma. Por hora, por alguns anos, talvez para sempre, não sei, esse é o último vídeo do canal".

Toda a filmagem foi feita às lágrimas e mostrou a emoção dela em abrir mão do canal.

PÉ ATRÁS

No início de julho, Kéfera abriu o jogo sobre o feminismo.

Vocês também ficam com um pouco de receio quando conversaram com caras que erguem muito a bandeira do feminismo? Boto fé que existam os que realmente querem e apoiam, mas eu já sou tão condicionada a desconfiar. Tem uns que confio, mas são poucos", disse ela, que afirmou que talvez esteja generalizando um pouco.