Contigo!
Facebook Contigo!Twitter Contigo!Instagram Contigo!Spotify Contigo!
Famosos / DESABAFO

Irmã de Paulo Gustavo manda recado para Jair Bolsonaro: "Nunca mais ponha na sua boca o nome do meu irmão"

Em longo texto nas redes sociais, ela lembrou que vacinas negadas pelo Governo Federal poderiam ter salvo o ator; veja

Redação Contigo! Publicado em 30/05/2021, às 08h28

Irmã de Paulo Gustavo escreve texto para Jair Bolsonaro: "Nunca mais ponha na sua boca o nome do meu irmão" - Reprodução/Instagram
Irmã de Paulo Gustavo escreve texto para Jair Bolsonaro: "Nunca mais ponha na sua boca o nome do meu irmão" - Reprodução/Instagram

Irmã de Paulo Gustavo, a produtora Juliana Amaral publicou um desabafo contundente nas redes sociais na noite deste sábado (29). Ela mandou um recado para o presidente Jair Bolsonaro.

"Senhor Presidente, me disseram algo sobre o senhor ter postado condolências à minha família. Só agora tive forças de vir responder como o senhor merece, e o mínimo que eu posso lhe dizer é que, por coerência, nunca mais ponha na sua boca o nome do meu irmão", começou ela.

No dia em que artistas foram às ruas protestar, ela lembrou as acusações que pesam contra o Governo.

"Essa boca que disse não à vacina e condenou tantos à morte, essa mesma boca que debochou imitando pessoas com falta de ar, pessoas que viveram o horror que meu irmão viveu, não pode ser usada para pronunciar o nome dele nem lamentar a morte de todos os vitimados pela Covid. Também espero que o senhor não despeje sobre minha família os seus mais sinceros sentimentos, pois eu não os aceito. Não sei que sentimentos tem um homem que deixa um país inteiro entregue à morte. Guarde pra você seus sentimentos e não nos obrigue a lidar com eles", escreveu ela.

Ao fim, ela ainda deu um conselho para a autoridade máxima da República: "Seus votos de pesar também peço que deposite em sua própria consciência, pois é sobre o seu governo que pesa a pior gestão desta pandemia mundial. Espero que o senhor saiba que meu irmão e você não tinham nada em comum. Vocês trafegam em vias opostas. Enquanto ele ia na estrada da vida, do afeto, da generosidade e empatia, o senhor vem pelas trevas, trazendo escuridão e morte. O Brasil que o senhor comanda carrega nas costas quase 500 mil filhos mortos, e dentre eles o meu irmão", declarou.

Veja: 

EMOÇÃO

Mônica Martelli comoveu neste sábado (29) com uma linda homenagem a Paulo Gustavo, ao participar de uma manifestação que pede a saída de Jair Bolsonaro da presidência do Brasil.

Com uma faixa escrita o nome do ator, que morreu após complicações da Covid-19, a atriz se emocionou e caiu em lágrimas. Aplaudida pela população, ela ficou firme mostrando os dizeres: “Paulo Gustavo, 500 mil brasileiros mortos. Genocídio”.