Contigo!
Busca
Facebook Contigo!Twitter Contigo!Instagram Contigo!Youtube Contigo!Tiktok Contigo!Spotify Contigo!
Famosos / SURPREENDEU

Irmã de MC Daleste revela premonição que o cantor teve antes da própria morte: "Tiro"

Irmã do funkeiro MC Daleste revela em vídeo premonição que o artista teve repentinamente ao falar sobre como iria falecer

Gabriel Motta

por Gabriel Motta

jpae_colab@caras.com.br

Publicado em 23/02/2024, às 18h28

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Reprodução/Globo/Instagram
Reprodução/Globo/Instagram

Carolina Pellegrini, irmã do funkeiro MC Daleste, surpreendeu ao falar de uma premonição que o artista teve sobre sua própria morte. Morto em julho de 2013, o intérprete de Nunca Vendeu Maconha já havia horrorizado os familiares ao contar como seria o fim de sua vida.

Ao participar do Encontro nesta sexta-feira (23), Carol falou sobre o lançamento do documentário MC Daleste – Mataram o Pobre Loco, que estreou hoje no Globoplay. Ela contou que, na época, a família estava reunida assistindo O Canto da Sereia, da Globo, quando ao assistir à cena em que a personagem de Isis Valverde é alvejada por tiros durante um show, Daleste disparou que ele morreria da mesma forma.

“Quando ele tomou um tiro, ele ainda não era famoso. Mas estávamos assistindo à série e ele vira para a família toda e fala: ‘eu vou morrer assim, eu vou abrir os braços e vou tomar um tiro’. Isso ficou gravado na minha mente”, relembrou ela. A série foi ao ar meses antes do funkeiro ser assassinado.

A irmã do cantor também cobrou respostas por sua morte, já que até os dias atuais a polícia não deu informações sobre o crime. “Eu não sei o calibre da bala que matou meu irmão, eles não tiveram a capacidade de me responder isso”, lamentou. “O maior propósito é solucionar o crime. A gente não está atrás de vingança, a gente só quer justiça, que é direito de todo ser humano, o mínimo. E o descaso foi demais”, completou.

ACERVO DE HEBE CAMARGO SERÁ LEILOADO

Falecida em 2012, Hebe Camargo terá seu acervo de obras de arte expostas em um leilão no próximo dia 4 de março. Ele será exposto entre os dias 26 de fevereiro de 2 de março na galeria do leiloeiro James Lisboa, em São Paulo.

Apenas com o valor mínimo de cada obra, o acervo está avaliado em R$ 627 mil, segundo o jornal O Globo. Serão 90 itens de sua coleção, cujos lances iniciais chegam a R$ 100 mil -- sendo duas pinturas de Carlos Araújo.

Gravuras de Marcelo Grassmann, óleos de Rubens Gerchman, Aldemir Martins, entre outros, estão dentre os 50 artistas que estão no catálogo. Pinturas de Chico Anysio, "Paisagem Mineira", "Campos do Jordão" e "Praia Nordestina", também serão leiloadas.