Contigo!
Facebook Contigo!Twitter Contigo!Instagram Contigo!Spotify Contigo!
Famosos / Polêmica

Humorista Carlinhos Silva chora após armar barraco e filho se recusar a vê-lo: ''A pior dor é do desprezo''

Após ficar foragido, ele chama a polícia, mas filho se recusa a vê-lo; entenda a confusão

Redação Contigo! Publicado em 24/12/2019, às 13h37 - Atualizado às 13h39

Carlinhos Silva chora após rejeição do filho - Reprodução
Carlinhos Silva chora após rejeição do filho - Reprodução

Conhecido por ter interpretado o personagem Mendigo no Pânico na TV, o humorista Carlinhos Silva protagonizou um momento polêmico nas redes sociais nesta terça-feira, 24.

Ele foi ao prédio em que vive seu filho com uma ordem judicial para vê-lo. Ele chamou a polícia após o jovem não querer vê-lo. O humorista alega que ele está sofrendo alienação parental.

"Fiquei uma hora e meia esperando a polícia. Oito anos lutando pra encontrar meu filho. Não vou frustrar meu filho e vamos ver o que é possível", disse ele.

A mãe da criança e o atual marido desceram para conversar com os policiais. Visivelmente irritado, o humorista acusou a ex de fazer um barraco.

"Cá estamos aqui no prédio. Agora saindo o pai, a mãe. A criança não quer ir, fica esse clima de m****. Lá vem a desequilibrada, barraco. A vida é uma tiração de sarro. Olha o barraco, chama o Ratinho. Cadê meu filho? Desce todo mundo, menos o meu filho!", diz ele.

O humorista então foi informado de que, apesar da decisão da justiça, o filho não queria vê-lo.

Ele deixou o local e se emocionou. "Eu poderia arrombar a porta, pegar meu filho, mas não vou fazer. Eu só brigo e xingo quando sou atacado. Eu vou até o final, mas se me xingarem, inventarem coisas Chega de guerra, verdades não fazem curva. Cadê meu filho, cadê justiça? Eu não fico triste porque não é novidade, o que eu falei? Eles iam rejeitar o papel, já fizeram várias vezes. Ele tá alienado, alienação parental pesada. Por que ele não quer? A pior dor é do desprezo, agora o desprezo de um filho.... é muito louco, não é a toa que não morei na rua, não tive família", anunciou.

FORAGIDO

Em setembro, o humorista chegou a ser procurado pela polícia.

O humorista ficou na mira das autoridades por dever pensão à mãe de seu filho, Arthur Henrique, de 8 anos, que teve com a assistente de palco Aline Hauck

Na época, ele se pronunciou em conversa com o programa Fofocalizando, do SBT.

"Estou cuidando da minha cabeça, isso que me leva a crer que vai dar tudo certo. Tenho dois acordos assinados que não foram cumpridos. Parei de pagar a pensão porque não existe penitência para a mulher. A Justiça e a mãe do meu filho não me respeitam. Tenho todos os documentos. Não é possível que chegou a esse ponto! Há seis anos não tem acordo. Para eles virou questão de honra me colocar na prisão. Sei o que o menor precisa. Acabaram com a minha família, não sei o que meu filho pensa de mim. Por que tenho que respeitar a Justiça se ela não me respeita?", disse ele. 

Ele ainda continuou falando que a sua prisão deixará a ex-parceira contente. "Caso eu vá preso hoje, deve ter uma festa preparada. Quando eu descobri que o problema não era mais dinheiro, deixei de pagar. Eu perco tudo, volto para a m..., mas não dou um centavo. Ninguém vai devolver os oito anos de vida do meu filho. Meu apartamento está penhorado, preciso trabalhar. Que direito do menor esses caras defendem?"