Contigo!
Facebook Contigo!Twitter Contigo!Instagram Contigo!Spotify Contigo!
Famosos / PODEROSA

Gravidez a caminho? Sandy anuncia decisão final e confessa culpa: "É assim mesmo"

Em conversa franca com fãs, cantora de 37 anos esclareceu decisão sobre o futuro da família

Redação Contigo! Publicado em 24/10/2020, às 11h29 - Atualizado às 11h31

Sandy esclarece decisão e confessa culpa: "É assim mesmo" - Reprodução/Instagram
Sandy esclarece decisão e confessa culpa: "É assim mesmo" - Reprodução/Instagram

Em uma conversa franca com fãs, a cantora Sandy revelou que tomou uma decisão final sobre a maternidade.

Ela disse que filho, Theo, não vai ganhar um irmãozinho.

"Amo meu filho com todas as minhas forças. Amo ser mãe dele, mas estou satisfeita com negócio de maternidade. Não pretendo ter outro filho, não. Muito obrigada", disse ela com bom humor.

Apesar da decisão, a esposa de Lucas Lima esclareceu que ainda sente muita culpa sobre o tema.

"Acho que deveria? Acho. Seria bom um companheirinho para o meu filho? Seria. Culpa? Temos, isso também temos. Mas não quero outro filho, não. Porque quero ser a melhor mãe que eu consigo para o meu filho. Eu já me cobro demais por não estar mais disponível. Porque tem trabalho, outras coisas na vida. Imagina ter dois? Não vou dar conta. Não dou conta. Ser mãe é assim. Eternamente a gente fica nessa coisa de se cobrar, amar, se doar e achar que está sempre se doando pouco e lá, lá, lá. É assim mesmo. Mas sei que é assim para todo mundo", encerrou ela.

Theo apareceu nas redes sociais em um clique raro.O marido de Sandy resgatou o clique do passado do pequeno alguns dias após o Dia dos Pais. Ele também fez uma reflexão sobre as dificuldades de criar um filho.

“Tá cheio de textão lindo e filosofias e reflexões incríveis hoje nas redes sociais, sobre o que é ser pai, o que significa, como todo mundo é incrível, heróico, mágico… e isso tudo é verdade mesmo. Mas na real é ainda mais mágico do que todo mundo fala e nada mágico ao mesmo tempo. É perrengue que se confunde com alegria, dor que se confunde com paz, é tudo e nada ao mesmo tempo. E é tão tri, gurizada. Pra quem não é nem adianta tentar explicar e pra quem é não precisa. Mas é muito tri”, brincou ele esbanjando sua gauchice.