Contigo!
Facebook Contigo!Twitter Contigo!Instagram Contigo!
Famosos / UAU

Giselle Itié surge nua e tampa os seios com repolho em momento curioso

Belíssima, a atriz surge reluzente em clique ousado e dá dica infalível às seguidoras

Redação Contigo! Publicado em 08/07/2020, às 09h38 - Atualizado em 14/07/2020, às 18h54

Giselle Itié surge nua e tampa partes com repolho: “Prazer, Ariel” - Reprodução/Instagram
Giselle Itié surge nua e tampa partes com repolho: “Prazer, Ariel” - Reprodução/Instagram

Na última terça-feira, 7, a atriz Giselle Itié atualizou seu perfil nas redes sociais com um clique ousado que gerou bastante elogios e aproveitou para dar dica infalível às seguidoras mamães.

Na imagem, a atriz surge nua, toda sorridente, tampando partes apenas com repolho. Na legenda escreveu:

Prazer Ariel! Hey Mamis, fazendo a sereia com o nosso amigo anti-inflamatório natural: ‘repolho’. Mãe de primeira viagem aqui, fiquei surpresa com esse remédio. Minhas Mamas agradecem pois é um inchaço que chega a doer. E o medo de empedrar e ocorrer a temidissima Mastite?! Então, simbora Mamis! Vamos fazer a Ariel que nossas Mamas agradecem”.

Nos comentários da publicação além das seguidoras adorarem a dica, não economizaram nos elogios à atriz.

Que bela Ariel”, brincou um fã ao ver o clique. “Incrível”, acrescentou outro seguidor.

FOFURA

Na manhã desta sexta-feira, 3, a atriz Giselle Itié usou seu perfil nas redes sociais para dividir um clique super fofo de seu filho, Pedro Luna, e aproveitou momento de insônia para escrever sobre seu momento como mãe.

Na imagem, o pequeno aparece dando aquele sorrisão e na legenda, Giselle escreveu de forma literária a realidade da maternidade:

“Insônia - insônia minha agora deitada pensando no ontem (ok, é um erro), pensando no amanhã (se chama ansiedade) e vendo o meu mais lindo agora. Ele dorme (dormia quando escrevi), meu Pedro Lunito Lucero, sério, muitas vezes não acredito. Sim, Giselle você tem um filho. Foi muito, mas muito difícil chegar até aqui. Eu e o pequeno tivemos que atravessar um... um... Jesus! Nem sei como nomear”.