Contigo!
Facebook Contigo!Twitter Contigo!Instagram Contigo!Spotify Contigo!
Famosos / FELIZ

Filha de Mariana Lima e Enrique Diaz se lança como atriz e papai baba: "Maravilhosa"

Filha de Mariana Lima e Enrique Diaz vai se lançar como atriz e seguir a carreira dos pais; veja como ela está

Redação Contigo! Publicado em 19/04/2022, às 09h14

Filha de Mariana Lima e Enrique Diaz se lança como atriz e papai baba: "Maravilhosa" - Reprodução/TV Globo
Filha de Mariana Lima e Enrique Diaz se lança como atriz e papai baba: "Maravilhosa" - Reprodução/TV Globo

Filha caçula de Enrique Diaz e Mariana Lima, a fofíssima Antônia Diaz está se lançando como atriz.

Aos 13 anos, ela acaba de fazer o primeiro teste para tentar uma vaga na montagem de um musical. Quem contou a história foi o próprio ator em entrevista ao jornal 'Extra'. 

“Ela estava tão nervosa, e quando me mandou uma gravaçãozinha fazendo o teste online, aquilo foi a coisa mais maravilhosa do mundo”, disse ele.

Ao jornal, o ator também disse que ficou abalado porque quase ao mesmo tempo gravou em Pantanal  uma das cenas mais desafiadoras até o momento: a que ele vê a morte de um filho.

“Fiquei destroçado. De um lado, tinha minha filha vibrando, se fortificando, depois tive que perder um filho. Para mim, cenas de perda não são fáceis, não é um lugar que transito como ator com tranquilidade. Tenho uma relação ótima com as minhas filhas, as amo profundamente, e ao tratar desse assunto em cena, não tem como não lembrar delas. Aquela imagem de Gil perdendo o terceiro filho ficou muito marcante”.

EMOÇÃO

Quando estava no ar em Um Lugar ao Sol, a atriz Mariana Lima comoveu os fãs e amigos famosos ao abrir o coração em uma publicação nas redes sociais. Ela contou que viajou para Nova York ao lado da família e enfrentou problemas de saúde mental. Ela está com um quadro de depressão e sinais de burnout.

"Mas dessa vez por motivos de cansaço e queimação total (procurando tradução pra burnout) eu fui atropelada por uma tristeza e um medo terríveis. O fantasma daquilo que se chama muito genericamente de depressão, me assombra os passos. Só muito carinho pode ajudar, e claro, a junta médica, a respiração e na falta do mar, o sobe e desce das escadas, pra produzir a porra da serotonina que foi dada a tantos em fartas quantidades e que, pra alguns, rodam dispersas no espaço cerebral, precisando ser recapturadas."